Espanhóis plantam Lavandim no olival para evitar erosão

Espanhóis plantam Lavandim no olival para evitar erosão

[Fonte: Vida Rural]

A Universidade de Córdoba, em Espanha, está a introduzir Lavandim nos olivais como cultura complementar para ajudar a combater a erosão, apoiar a biodiversidade e promover o desenvolvimento sustentável. De acordo com o Olive Oil Times, a experiência piloto faz parte do projeto europeu Diverfarming e decorre há cerca de dois anos.

O projeto pretende, assim, promover a diversificação de culturas e a utilização de práticas agrícolas que permitam melhorar a fertilidade do solo, prevenir a erosão, aumentar a biodiversidade e, ao mesmo tempo, promover a permanência de jovens em áreas rurais.

De acordo com os responsáveis pela iniciativa, a erosão, causada ​​pelo escoamento da água sobre as terras agrícolas sujeitas ao cultivo tradicional, é um problema nos olivais. Contudo, a plantação de arbustos aromáticos como o Lavandim pode ajudar a atrair espécies animais para o olival, contribuindo para a sua biodiversidade e fertilidade, e ao mesmo permite gerar rendimentos complementares nos anos em que a colheita for mais fraca.

Comente este artigo

O artigo Espanhóis plantam Lavandim no olival para evitar erosão foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior BPI e John Deere reforçam parceria
Próximo Consulai e Trevo entregam prémios na Ovibeja

Artigos relacionados

Nacional

Startup de mapeamento inteligente para a prevenção de desastres ambientais instala-se em Portugal

[Fonte: Expresso]

Depois de dois anos de investigação e desenvolvimento, a Tesselo disponibiliza hoje soluções de mapeamento de imagens de satélite baseadas em inteligência artificial (IA) para diversos sectores, como o florestal, agrícola, elétrico e de infraestruturas.
O objetivo da startup fundada em 2017 é […]

Últimas

INE contrata técnicos para o Recenseamento Agrícola 2019

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Estão abertas até 14 de Maio as candidaturas de técnicos superiores, no âmbito do Recenseamento Agrícola 2019, para várias regiões do País. O Instituto Nacional de Estatística indica que pretende recrutar 220 técnicos superiores para esta iniciativa. […]

Últimas

UE autoriza quelato de zinco do sulfato de metionina como aditivo em alimentos para animais

[Fonte: Agricultura e Mar]

A Comissão Europeia acaba de autorizar o quelato de zinco do sulfato de metionina como aditivo em alimentos para animais de todas as espécies. O produto fica classificado na categoria de aditivos “aditivos nutritivos”.
Diz o Regulamento de Execução (UE) 2019/1125 da Comissão, […]