Bombeiros receberam 500 novos equipamentos, Liga enaltece grupo que os ofereceu

Bombeiros receberam 500 novos equipamentos, Liga enaltece grupo que os ofereceu

Em declarações aos jornalistas, à margem da sessão realizada no quartel dos Bombeiros Voluntários de Pombal, distrito de Leiria, o dirigente da Liga enalteceu “os valores da solidariedade e cidadania” do grupo económico Os Mosqueteiros, de origem francesa e que em Portugal detém a marca Intermarché, entre outras, e hoje entregou os novos equipamentos, que, cumprida a 6.ª edição da campanha de ajuda iniciada em 2014, totalizam cerca de 3.500.

“É uma ajuda muito importante. É um grupo que tem uma responsabilidade social extraordinária, de há muitos anos a esta parte. E não fomos nós que nos dirigimos a eles, foram eles que nos apareceram e têm vindo a distribuir pelos bombeiros deste país milhares de equipamentos de proteção individual”, frisou Jaime Marta Soares.

Especificou que, até ao momento, os equipamentos de proteção individual distribuídos – constituídos, cada um, por bota florestal, luvas, cogula, fatos de proteção (calças e dólmen), capacete e ‘sweatshirt’ – equiparam mais de 350 corporações portuguesas, restando pouco mais de meia centena que ainda não foram beneficiadas com a oferta.

O presidente da LBP agradeceu a oferta “em nome dos bombeiros portugueses” e desejou que o grupo empresarial “possa continuar a ter sorte na comercialização dos seus produtos” em Portugal.

“Porque sei que tem sempre uma parte para oferecer aos bombeiros”, enfatizou Jaime Soares.

Ainda de acordo com o presidente da Liga, o “sentimento social” do grupo económico da área da distribuição é “um exemplo” para muitas outras empresas nacionais “que podem fazer mecenato e encontrar formas de distribuir os seus lucros para a atividade extremamente importante dos bombeiros”.

“Trata-se de salvar vidas e haveres, ajudar o Zé e a Maria, aquelas mulheres e aqueles homens, e são milhares deles, a esmagadora que de uma forma voluntária arriscam a própria vida, dão tudo o que têm e vão sempre sem saber se voltam. E já que os poderes do Estado, ao longo dos anos, se têm divorciado de assumir a responsabilidade que deviam ter perante os bombeiros portugueses, ainda bem que a sociedade está atenta”, argumentou Jaime Marta Soares.

Já João Magalhães, administrador na área da comunicação de Os Mosqueteiros, afirmou que “desde sempre” a relação com os Bombeiros Voluntários faz parte da “génese” do grupo, que nas localidades onde têm lojas possui ainda uma ligação “muito estreita” quer às corporações de bombeiros, quer a instituições particulares de solidariedade social (IPSS) ou outras coletividades de várias áreas.

Questionado pela Lusa, João Magalhães estimou em cerca de dois milhões de euros o valor total dos 3.500 equipamentos de proteção individual oferecidos desde 2014 a 700 equipas de bombeiros e lembrou outra campanha, desenvolvida entre 2005 e 2007, que resultou na atribuição de 55 viaturas de comando.

“Mas enquanto proprietários independentes, cada agente, cada proprietário de loja, também apoia individualmente e isso não conseguimos quantificar porque isso é da gestão de cada ponto de venda. Mas representa mais umas centenas largas de milhares de euros por ano, no cômputo geral de todos os apoios”, sublinhou.

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior Acidentes com tratores fazem quatro mortos em cinco dias
Próximo Ministra da Agricultura: "Temos de ser cada vez mais rigorosos na gestão da água"

Artigos relacionados

Notícias mercados

Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Março de 2020

As previsões agrícolas, em 29 de fevereiro, apontam para um aumento significativo (+45%) da produção de azeite face à campanha anterior […]

Últimas

António Costa diz que TGV é um tema “bastante tóxico” em Portugal

O primeiro-ministro, António Costa, considera a questão do comboio de alta velocidade (TGV) um tema “bastante tóxico” em Portugal, […]

Últimas

Produção de banana biológica na Madeira regista aumento de 50%, diz Governo regional

A produção de banana em modo biológico na ilha da Madeira registou um crescimento de 50%, indicou este sábado o secretário regional da Agricultura e Pescas, […]