Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Dezembro de 2019

Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Dezembro de 2019

Previsões Agrícolas

As previsões agrícolas, em 30 de novembro, apontam para um aumento na produção de azeitona para azeite (+20%), estimando-se que possa atingir as 870 mil toneladas, uma das maiores desde que se dispõe de registos sistemáticos.  De notar, no entanto, o aumento das dificuldades na gestão do bagaço da azeitona, que poderá comprometer o normal desenvolvimento da colheita. Na castanha também se prevê uma boa campanha, com uma produção 5% superior a 2018.

No milho de regadio, praticamente já todo colhido, o aumento de produtividade conduziu a uma produção 5% acima da alcançada na campanha anterior, voltando a ultrapassar as 700 mil toneladas. Quanto aos cereais de inverno, o início da campanha decorre sem problemas, estimando-se uma diminuição da área semeada de aveia para grão (-10%).

Gado, aves e coelhos abatidos

O peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo em outubro de 2019 foi 42 282 toneladas, o que correspondeu a um acréscimo de 6,7% (+6,7% em setembro), devido ao maior volume de abate registado nos suínos (+9,2%),     ovinos (+13,9%) e equídeos (+35,3%). O peso limpo total de aves e coelhos abatidos e aprovados para consumo foi     33 324 toneladas, o que representou um aumento de 6,5% (+4,5% em setembro), devido ao maior volume de galináceos (+5,5%), perus (+14,2%), patos (+8,3%) e coelhos (+8,6%).

Produção de aves e ovos

O volume de produção de frango teve um aumento de 5,3% (+1,7% em setembro), com 28 142 toneladas. O número de cabeças foi também superior em 4,4% (+0,6% em setembro). A produção de ovos de galinha para consumo apresentou igualmente um acréscimo de 1,4% (+1,5% em setembro), com 10 104 toneladas produzidas.

Produção de leite e produtos lácteos

A recolha de leite de vaca atingiu 148,9 mil toneladas, o que indica um aumento de 2,5% (+2,7% em setembro). O fabrico de produtos lácteos diminuiu 9,9% (-6,3% em setembro), devido à menor produção de leite para consumo (-13,4%) e de leites acidificados (-13,0%).

Preços e índices de preços agrícolas

Em novembro de 2019, as variações mais significativas, em módulo, no índice de preços de produtos agrícolas no produtor foram observadas nos suínos (+32,7%), ovos (+11,5%), batata (-34,5%), azeite a granel (-16,6%) e frutos (-12,3%).

Em comparação com o mês anterior, as variações de maior amplitude verificaram-se nos hortícolas frescos (+11,7%), azeite a granel (+11,2%) e frutos (-21,8%).

Em setembro de 2019, o índice de preços de bens e serviços de consumo corrente (INPUT I) decresceu 0,5%, enquanto o índice de preços de bens e serviços de investimento (INPUT II) aumentou 1,9%. Relativamente ao mês anterior, assistiu-se a um decréscimo de 0,2% no índice de preços de bens e serviços de consumo corrente; no índice de preços de bens e serviços de investimento não se observou qualquer variação.

→ Consulte aqui o documento ←

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em INE: publicações.

Anterior Quando o fogo aperta, os bombeiros não têm fronteiras
Próximo A previsão é de cheias nas zonas ribeirinhas de Porto e Gaia até sábado

Artigos relacionados

Últimas

Portugal Fresh: Seminário Internacionalização – 16 de maio – Oliveira do Bairro

Organizado pela Portugal Fresh, vai ter lugar no dia 16 de maio, no Espaço Inovação de Vila Verde, Oliveira do Bairro, […]

Nacional

Seca: Agricultores do Baixo Alentejo reclamam medidas excecionais

A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) reclamou hoje medidas “extraordinárias e excecionais” do Governo para ajudar os agricultores a “mitigar os prejuízos causados” […]

Últimas

Executivo propõe reforço do PRORURAL+ devido a elevado número de candidaturas

O Governo dos Açores vai propor à Comissão Europeia a revisão do PRORURAL+ de modo a possibilitar a abertura de novas candidaturas à medida de manutenção da extensificação pecuária aos agricultores que terminaram os compromissos em 2016. […]