Batata portuguesa volta à ribalta

Batata portuguesa volta à ribalta

A campanha “Batata Portuguesa – Nasce à sua Porta” está de regresso aos hipers e supermercados portugueses, pelo segundo ano consecutivo. Promovida pela PORBATATA – Associação da Batata de Portugal, esta acção de promoção, que arranca no próximo dia 8 de Junho, incentiva ao consumo da produção nacional e procura informar os portugueses sobre as vantagens nutricionais deste alimento.

A campanha, em parceria com a APED – Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição e da APN – Associação Portuguesa de Nutrição, conta com o alto patrocínio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural. Vai estar visível em perto de 800 hipers e supermercados, das várias cadeias aderentes, em cartazes e outros materiais disponibilizados nos pontos de venda.

Na altura do ano em que decorre a colheita de batata em Portugal, o lançamento da campanha de promoção tem como objectivo valorizar este tubérculo e reforçar junto dos consumidores que este deve ser consumido preferencialmente acabado de colher, o mais fresco possível – como qualquer outro ‘produto da época’. Comunica ainda que, pela proximidade da sua origem, a batata portuguesa é mais amiga do ambiente, pois implica menos horas de transporte e menos gastos em energia de conservação.

«Na primeira edição da campanha de promoção da Batata Portuguesa, em 2018, sentimos que os consumidores portugueses, cada vez mais exigentes nas suas escolhas, estavam ávidos de informação sobre este produto. A batata está muito presente na nossa Dieta Mediterrânica, mas está associada a mitos e sabe-se pouco sobre ela, a sua proveniência, as variedades, as qualidades nutricionais. Esta segunda edição da campanha, que conta com mais insígnias da Distribuição aderentes, tem como objectivo estreitar esses laços de proximidade entre a produção e os portugueses», afirma António Gomes, presidente da PORBATATA.

A produção de batata é bastante relevante no contexto da economia agrícola do País, já que envolve dos pequenos aos grandes produtores, espalhados por Portugal – embora as zonas de produção, por excelência, se localizem no Litoral (Oeste, Ribatejo, Norte da Costa Alentejana, Beira Litoral).

Em Portugal, a área de cultivo ronda 22 mil hectares, com a produção a atingir, em média, 450 mil toneladas, segundo dados do Eurostat. Na última década, com a modernização do sector, a produtividade por hectare desta cultura tem vindo a aumentar, superando, em 2018, 21 mil toneladas por hectare, de acordo com a mesma fonte. Ainda assim, Portugal, país onde o consumo per capita ultrapassa 90 quilos de batata por ano, só consegue produzir cerca de 50% das suas necessidades deste produto.

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Economia Circular no Setor Agroalimentar é tema de colóquio
Próximo Sessão de esclarecimento em Vagos sobre apoios para diversificação de actividades na exploração agrícola

Artigos relacionados

Últimas

Confagri exprime voto de pesar pelo falecimento de Álvaro Barreto

A Assembleia Geral da Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas, hoje, 11 de Fevereiro, reunida aprovou por unanimidade um voto de pesar pelo falecimento do Eng.º Álvaro Barreto. […]

Nacional

Vasco Cordeiro garante “mobilização total” para minimizar efeitos da aplicação de taxas adicionais a produtos da UE

“Este é um trabalho que, da parte do Governo dos Açores, decorre desde o início de maio, quer face ao Governo da República, […]

Formações

Ação de formação: “Dos PROF’s aos PGF’s: Itinerário Técnico” – 11 de dezembro – Évora

[Fonte: Ordem dos Engenheiros] O Conselho Regional Sul do Colégio de Engenharia Florestal e a Delegação Distrital de Évora promovem, […]