Batata Doce – BDMira

Batata Doce – BDMira

Para o aumento da produtividade da batata-doce ‘Lira’ no Perímetro de Rega do Mira (PRM), pretende-se incentivar os viveiristas e produtores a utilizarem um modelo de produção/dinâmica organizacional recorrendo a uma nova tecnologia inovadora de propagação de plantas isentas de vírus e outras doenças e a tecnologias de produção e conservação melhor adaptadas a condições edafoclimáticas e modo de produção.

Os 2 projetos-pilotos complementares ‘Batata-doce no PRM: desenvolvimento de tecnologias de produção de material de propagação isento de vírus e outras doenças’ e ‘Batata-doce no PRM: desenvolvimento de tecnologias de produção sustentável’, preveem a instalação de ensaios de produção com plantas isentas de vírus e com tecnologias de produção e conservação sustentáveis e inovadoras (densidade de plantação, planos de fertilização e de rega, proteção integrada, colheita mecânica com protótipo e pulverização das raízes com extratos de plantas aromáticas ou fumigação de óleos essenciais).

O projecto tem como objectivos gerais: fornecer à fileira outputs que fomentems o aumento de produtividade e qualidade das raízes no Perímetro de Rega do Mira (PRM); desenvolver metodologias inovadores de multiplicação (in vitro e em estufa) de material de propagação de elevada qualidade (isento de vírus e outras doenças), para transferência para a actividade viveirista; e desenvolver metodologias e tecnologias de produção sustentável de raízes para transferência para os produtores.

Projeto desenvolvido em parceria pelas seguintes entidades: AHSACV – Associação de Horticultores do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina; ASF Portugal, Unipessoal, Lda.; Gemusering Portugal Produção Hortícola, Lda.; Instituto Politécnico de Santarém

→Consulte aqui o poster sobre o projecto BDMira←

 

Comente este artigo
Anterior SIAL Paris, 2018
Próximo Oferta de Emprego - Engenheiro Zootécnico (M/F) - Lourinhã

Artigos relacionados

Notícias florestas

Incêndio de Pedrógão Grande. “Se o Governo tivesse decretado o período crítico ter-se iam evitado muitas mortes”, acusa advogada de arguido

Para Catarina Gil Guerra, que defende o antigo vice-presidente da Câmara, a determinação do período critico de fogos florestais teria permitido uma atuação preventiva, como o encerramento […]

Sugeridas

Chilenos da Carsol investem 9 milhões para produzir mirtilos em Alcácer do Sal

[Fonte: Expresso] Grupo Carsol Fruit, do Chile, está a desenvolver projeto para ter 260 hectares de mirtilos numa herdade em Alcácer do Sal, […]

Dossiers

Oferta de emprego – Engenheiro Florestal

Empresa Portuguesa procura Engenheiro Florestal, com experiencia em candidaturas nos programas de fundos comunitários. […]