Auchan lança em Portugal serviço de vegetais «km zero»

Auchan lança em Portugal serviço de vegetais «km zero»

Jungle Box é uma infraestrutura para germinação, cultivo e embalamento de ervas aromáticas e outros vegetais, instalada junto a uma grande superfície. Num conceito de «km zero», os produtos são levados diariamente para o interior da loja, «onde estão disponíveis num quiosque próprio, sem qualquer peso para o ambiente decorrente do transporte», explica um comunicado da Auchan.

A Auchan instalou recentemente uma JungleBox junto à loja do Jumbo de Sintra, afirmando ser «a primeira insígnia em Portugal a abraçar um projecto que reinventa a oferta de produtos frescos». Segundo o comunicado, a Jungle Box é um conceito criado pela Jungle Greens e «oferece o ambiente ideal para as plantas durante todo o ano, garantindo uma produção contínua de 365 dias, sem pesticidas, sem desperdício e com uma qualidade consistente incomparável».

A Auchan indica que serão produzidas na Jungle Box «plantas para saladas – alface, alface vermelha e rúcula –, microvegetais – mostarda wasabi, mistura de mostardas, rabanete, rabanete roxo e shiso roxo – e ervas aromáticas – cebolinho, coentros, manjericão verde, manjericão limão, manjericão thai e salsa» –, sendo que «a substituição diária dos produtos permite mantê-los sempre frescos e nutritivos». As embalagens usadas para estes produtos são «biodegradáveis, feitas de amido de milho e fibra de cana-de-açúcar em copo de cartão», refere a Auchan.

CEBOLINHO 2

Para Filipa Rebelo Pinto, directora de Produto da Auchan Retail Portugal, «este é mais um passo na estratégia da Auchan Retail, cujo objectivo passa pela aposta na inovação que garanta uma oferta diferenciadora: queremos continuar a surpreender os nossos clientes com produtos sustentáveis cheios de sabor». Já Filipe Ferreira, director do Jumbo de Sintra, afirma que, «com a Jungle Greens, reforçamos o compromisso de melhorar continuamente o nosso desempenho ambiental, com a redução da pegada de carbono, do desperdício e eliminando os plásticos de uso único». «Seguimos assim com a nossa missão de promover estilos de vida saudáveis, sobretudo a nível alimentar, orientando para uma escolha informada dos nossos clientes.»

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Festival “Sabores do Borrego” em Castro Verde
Próximo Corte para Portugal na Política de Coesão chega aos 1,6 mil milhões em 2021-2027

Artigos relacionados

Últimas

Mobilizing the European Agricultural Recovery Fund for an accelerated transition towards a double-performance European agriculture

Precision agriculture provides farmers and livestock farmers with solutions adapted to their context. Data from sensors, cameras, satellites and meteorological stations are processed by […]

Últimas

‘Cordyceps militaris´, el hongo silvestre que puede acabar con la procesionaria del pino

[Fonte: Noticias de la Ciencia]

La plaga de la procesionaria del pino puede controlarse eficazmente con el ‘Cordyceps militaris’, […]

Últimas

Vila Real. Bombeiros nas aldeias para poderem intervir mais rapidamente

Os bombeiros da Cruz Branca vão estar em permanência, até ao fim de setembro, nas zonas de maior densidade florestal e onde o risco de incêndio é […]