IRRIGANTS D’EUROPE – Nova Associação Europeia da agricultura de regadio

IRRIGANTS D’EUROPE – Nova Associação Europeia da agricultura de regadio

Setor europeu da agricultura de regadio organiza-se numa única associação.
Portugal recebe a cerimónia da assinatura de constituição da IRRIGANTS d’EUROPE, a primeira associação na Europa que oficialmente tem como objetivo defender o setor da agricultura de regadio. Mais de 7,7 milhões de hectares de regadio vão estar reunidos na criação daquela que será a IRRIGANTS d’EUROPE, associação que visa a defesa e o desenvolvimento do Regadio Europeu.

As maiores Associações Gestoras de Água para Agricultura uniram-se para um melhor diálogo com as instituições europeias. Os fundadores são associações de âmbito nacional, encarregues da gestão da água nos Estados-Membros onde o regadio é mais expressivo, nomeadamente:

• ANBI – Associazione Nazionale Consorzi di Gestione e Tutela del Territorio e Acque Irriga (Itália) • FENACORE – Federación Nacional de las Comunidades de Regantes de España (Espanha) • Irrigants d’France (França) • FENAREG – Federação Nacional de Regantes de Portugal (Portugal)

No contexto do regadio europeu, importa assegurar uma estratégia conjunta orientada para o aumento de regadio e das suas comunidades, que permita uma evolução da atividade, assente na gestão sustentável e na promoção e na competitividade do setor – este é o foco a médio e longo prazo dos envolvidos na IRRIGANTS d’EUROPE. Na sua constituição, a IRRIGANTS D’EUROPE reúne 75% da área de regadio na Europa (7,7 em 10,2 milhões de hectares de regadio), cuja maior parte é gerida pelas organizações de beneficiários associados.

Portugal tem a honra de receber o passo inaugural da IRRIGANTS D’EUROPE, uma iniciativa integrada na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém, dia 14 de Junho de 2017, às 16 horas, na sala da Administração do CNEMA.

Na cerimónia de constituição será apresentada e entregue a Declaração de Santarém (aqui) de apoio ao regadio ao Sr. Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr. Luís Capoulas Santos, na presença do Eng. Eduardo Oliveira e Sousa, Presidente da CAP e anfitrião da iniciativa. Para assistir a este importante ato foram ainda convidadas as entidades e organizações portuguesas mais representativas do sector agrícola nacional. De acordo com a FAO (Organização da ONU para a Agricultura e Alimentação), a agricultura de regadio representa apenas cerca de 20% da terra cultivada a nível mundial, mas contribui para 40% da produção agrícola mundial. Sem o aumento da produtividade agrícola que o regadio permite, seriam necessários pelo menos mais 500 milhões de hectares para produzir a mesma quantidade de alimentos.

 

 

A FENAREG é uma associação de utilidade pública, sem fins lucrativos, de âmbito nacional, fundada em 2005, que agrupa entidades dedicadas à gestão da água para rega, tanto superficial como subterrânea, com o objetivo de unir esforços e vontades na defesa dos seus legítimos interesses e na promoção do desenvolvimento sustentável e da competitividade do regadio. Atualmente conta com 28 associados que representam mais de 25 mil agricultores regantes e cerca de 135.000 hectares, que significa mais de 90% do regadio organizado, 76% do regadio coletivo público e cerca de 20% do regadio nacional. Mais informações: FENAREG Tel.: 962 055 519 / 243 610 355 secretariado@fenareg.pt

Comente este artigo
Anterior Criada petição para promover a agricultura junto dos jovens
Próximo IOF2020: the contribution of precision agriculture to the un sustainable development goals

Artigos relacionados

Comunicados

TERINOV – Concurso público para atribuição de 15 espaços de incubação no TERINOV

O TERINOV, Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira, pretende assumir-se como uma infraestrutura hospedeira de atividades inovadoras na Terceira e nos Açores, […]

Comunicados

FCTUC: Acreditação do IPAC coloca o Laboratório de Radioatividade Natural da FCTUC na vanguarda da Península Ibérica

[Fonte: FCTUC]
O Laboratório de Radioatividade Natural (LRN) do Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) é o primeiro laboratório da Península Ibérica a obter acreditação da norma ISO 17025 (norma internacional para a padronização de ensaios e calibração) para avaliação de todos os parâmetros radiológicos que permitem responder à globalidade das exigências impostas pela União Europeia relativas à proteção contra os perigos da exposição a substâncias radioativas naturais. […]

Comunicados

Unfair trading practices: Farm Europe welcomes European Parliament’s vote

[Fonte: Farm Europe]
Today, the European Parliament adopted by a very large majority (428 votes in favour to 170 against and 18 abstentions) MEP Paolo De Castro’s report on the EU Directive against Unfair Trade Practices in the food supply chain. […]