Arroz mantém produção da campanha anterior apesar de afectada pela falta de calor

A produção de arroz no Baixo Mondego (região responsável por cerca de 1/6 da produção nacional desta cultura) foi negativamente afectada pela falta de calor e luminosidade ao longo do mês de Agosto, bem como pela incontrolável infestação de milhã.

Ainda assim, dizem os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE) no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Outubro de 2019, que com as restantes principais regiões produtoras (Lezíria de Vila Franca, Baixo Sorraia e Vale do Sado) a apresentarem searas com bons povoamentos e panículas bem desenvolvidas, foi possível compensar a ligeira diminuição da área semeada, prevendo-se uma produção próxima da alcançada na campanha anterior.

As colheitas iniciaram-se no final do mês, sendo as áreas colhidas ainda diminutas.

Setembro quente e seco

O mês de Setembro caracterizou-se, em termos meteorológicos, como quente e seco. Na primeira quinzena, e na sequência dos dias quentes de final de Agosto, verificou-se uma onda de calor em diversos locais da região Sul do País.

Quanto à precipitação, o valor registado, 19,8mm, corresponde a menos de metade da normal mensal 1971- -2000 (42,1mm), tendo-se observado precipitação superior a 1mm em apenas três dias (16, 17 e 21).

Reservas hídricas

Quanto às reservas hídricas, o volume de água armazenado nas albufeiras de Portugal continental encontrava-se nos 57% da capacidade total, inferior ao valor registado no final do mês anterior (61%) e ao valor médio de 64% (1990/91-2017/18).

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Um brinquinho - Henrique Pereira dos Santos
Próximo Engaço de uva. Uma ajuda na cura de feridas do pé diabético

Artigos relacionados

Sugeridas

Dias de campo sobre agricultura de precisão no Ribatejo e Alentejo

Está de volta o evento PRECISAMENTE. Nos dias 12 de Setembro, no Porto Alto, e 19 de Setembro, em Beja, a TERRAPRO vai demonstrar que a Agricultura de Precisão é acessível e fácil de aplicar em qualquer exploração agrícola e permite ser mais eficiente com menos recursos. […]

Nacional

Novo sistema de videovigilância aumenta «capacidade de apoio à decisão» no combate aos incêndios

[Fonte: Governo] O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou que é fundamental apostar em instrumentos de videovigilância para «aumentar a capacidade de apoio à decisão» e o combate aos incêndios rurais.  […]

Últimas

Mudança radical nas equipas da Administração Interna e do Ambiente

António Costa, que apresenta esta segunda-feira a lista de secretários de Estado ao Presidente da República, prepara-se para fazer uma revolução nos ministérios da Administração Interna (MAI), […]