Arroz: Corteva Agriscience recebe a aprovação da UE para herbicida Rinskor Active

A Corteva Agriscience, empresa líder no sector agrícola ao nível da tecnologia de sementes, protecção de culturas e agricultura digital, informa que recebeu a aprovação da União Europeia para o seu ingrediente activo Rinskor Active (florpirauxifen-benzilo), uma nova molécula revolucionária para o controlo das ervas daninhas, que melhorará o rendimento e a qualidade das culturas.

O agriculturaemar.com tinha já anunciado a aprovação desta substância activa (ver aqui).

A aprovação da referida substância foi publicada formalmente no Jornal Oficial da UE de 4 de Julho de 2019, de acordo com o Regulamento de Execução (UE) 2019/1138 da Comissão, de 3 de Julho de 2019, ao abrigo do qual a substância activa é aprovada e a sua entrada em vigor é fixada para o dia 24 de Julho de 2019.

Herbicida de arroz

O Rinskor é um novo herbicida de arroz, para o controlo eficaz de um amplo espectro de ervas daninhas, incluindo o controlo de espécies resistentes a outros modos de actuação. Apresenta um perfil ecotoxicológico e ambiental favorável, em consonância com as normas da sociedade da União Europeia relativamente aos produtos para a protecção de culturas.

A Corteva Agriscience “trabalha a nível técnico, agronómico e regulamentar, para oferecer aos agricultores europeus soluções adaptadas às necessidades da nossa agricultura”, refere uma nota de imprensa da Corteva.

A UE junta-se agora a outros importantes produtores agrícolas espalhados pelo Mundo, onde o Rinskor já foi autorizado, incluindo a China, os Estados Unidos e o Brasil.

“Esta aprovação consolida esta excelente etapa, em que o Rinskor está a receber autorizações à escala internacional”, acrescenta a mesma nota.

Facilitar o trabalho dos produtores de arroz

Um novo produto, com o qual a Corteva, como única empresa do sector dedicada exclusivamente à agricultura a nível mundial, “está empenhada em facilitar o trabalho dos produtores de arroz, proporcionando-lhes uma solução inovadora para a gestão eficaz do controlo das ervas daninhas, bem como para gerir as resistências”.

Desta forma, a Corteva, uma empresa de referência no sector agrícola em Espanha, “evidencia o seu objectivo, que se centra em enriquecer as vidas dos produtores e consumidores, assegurando o progresso para as gerações futuras”, realçam os responsáveis pela empresa.

Em 2018, o Rinskor foi galardoado com o Green Chemistry Challenge Award da Sociedade Americana de Química, e também com oAGROW Award na categoria de melhor produto novo de protecção de culturas.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar .

Anterior Prémios Alltech ‘Planeta de Abundância’ com candidaturas até 31 de Julho
Próximo Ascenza lança no Brasil produto que aumenta rendimento da manga

Artigos relacionados

Nacional

Freshfel apela ao incremento da promoção do consumo de hortofrutícolas frescos

A Freshfel (Associação Europeia de Hortofrutícolas Frescos) disponibilizou recentemente a edição de 2019 do “Monitor de Consumo” (“Consumption Monitor”), que analisa as tendências de produção, […]

Últimas

Uruguai usa vespas no controle biológico de lagartas na soja e girassol

A Direção Geral de Serviços Agrícolas (DGSA) do Ministério da Agricultura do Uruguai registrou no final do ano de 2018 um novo agente biológico para o controle de lagartas na soja e no girassol. […]

Últimas

Jungheinrich Portugal planta 200 árvores e promove a redução do CO2

A Jungheinrich Portugal levou a cabo, no final do ano, uma acção de reflorestação na Tapada do Saldanha, no Parque Natural de Sintra-Cascais, […]