Arrancou hoje o projeto S4Agro com 1 milhão de euros para promover a Sustentabilidade ambiental, a Salvaguarda de recursos, a Segurança de processos e a Sustentabilidade económica das empresas do setor agroindustrial

Arrancou hoje o projeto S4Agro com 1 milhão de euros para promover a Sustentabilidade ambiental, a Salvaguarda de recursos, a Segurança de processos e a Sustentabilidade económica das empresas do setor agroindustrial

O MED (Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento) da Universidade de Évora, juntamente com outras 4 instituições de ensino superior e 1 associação agro-industrial, juntaram-se hoje virtualmente para darem início ao projeto S4Agro – Soluções Sustentáveis para o Setor Agroindustrial, mostrando que os projetos e a investigação continuam, mesmo em tempos de Covid19.

Liderado pela Universidade da Beira Interior (UBI) este projeto tem como principal objectivo a qualificação de Pequenas e Médias Empresas (PME’s) do sector agroindustrial, para a adoção de soluções inovadoras e sustentáveis, que permitam aumentar a sua produtividade, eficácia e eficiência ao nível da indústria 4.0 e economia circular.

Ao longo do projeto, as empresas vão ser apoiadas ao nível de boas práticas, na escolha e utilização de embalagens primárias e secundárias mais ecológicas e sustentáveis. Será também analisada a cibersegurança das empresas.

Por outro lado, e intimamente ligada a questões associadas à economia circular, serão ainda identificados os fatores críticos associados à redução e valorização de desperdícios com vista à melhoria da eficiência produtiva e redução dos impactes ambientais.

Por último o projeto irá divulgar e facilitar, às empresas, o acesso a processos de capacitação para a introdução de inovação nas várias áreas de desenvolvimento do projeto.

O projeto “S4Agro – Soluções Sustentáveis para o Setor Agroindustrial” tem um financiamento superior a um milhão de euros, no âmbito do COMPETE 2020 e vai ficar sedeado no C-MAST – Centre for Mechanical and Aerospace Science and Technologies da UBI.

O consórcio é composto pela UBI, Universidade de Évora (UÉvora), Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), Instituto Politécnico da Guarda (IPG), Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria), Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e Associação do Cluster Agroindustrial do Centro (InovCluster).

Comente este artigo
Anterior Ministra da Agricultura visita Pecnordeste para promover a carne nacional
Próximo Governo diz que está a ser estudado pedido de calamidade para o Vale da Vilariça por causa do granizo

Artigos relacionados

Legislação

A agricultura e os Direitos Fundamentais. O excesso de restrições ao direito de propriedade: a necessidade de atribuição da justa indemnização – Miguel Bettencourt da Camara

Leia aqui o artigo de opinião do advogado da BCA – Bettencourt da Camara & Associados, Miguel Bettencourt da Camara, sobre a agricultura e os Direitos Fundamentais. […]

Últimas

Castas minoritárias: é agora?

A importância de conhecer e testar o potencial das castas autóctones portuguesas foi o mote para a discussão com alguns produtores nacionais de referência. […]

Últimas

Sistema de avaliação de risco na cadeia alimentar da União Europeia com novas regras

No dia 27 de Março, entrou em vigor o Regulamento (UE) 2019/1381, relativo à transparência e sustentabilidade do sistema da União Europeia de avaliação de risco na cadeia alimentar. […]