Arderam 3.700 hectares de floresta em Vila de Rei

Arderam 3.700 hectares de floresta em Vila de Rei

O presidente da Câmara de Vila de Rei fez esta quarta-feira um balanço provisório da destruição causada pelo incêndio e disse que, no concelho, arderam cerca de 3.700 hectares, sobretudo de floresta, além de algumas habitações, alfaias agrícolas, olivais e medronhal.

“A dimensão do incêndio em Vila de Rei atingiu cerca de 3.700 hectares, basicamente floresta, mas também algumas culturas. Neste momento, há ainda algumas casas, umas que arderam totalmente e outras que foram atingidas parcialmente”, afirmou Ricardo Aires à agência Lusa.

O autarca realçou que se trata de um balanço muito provisório, visto que os técnicos deste município do distrito de Castelo Branco estão agora no terreno a fazer o levantamento dos prejuízos causados pelo fogo que começou no sábado neste território do distrito de Castelo Branco e que alastrou depois a Mação, já Santarém.

Adiantou ainda que, além da floresta e de habitações, houve muitas alfaias agrícolas, tratores, olivais e medronhais destruídos pelas chamas.

Ricardo Aires explicou que as pessoas estavam a apostar muito no olival e no medronheiro para mudar um pouco a paisagem florestal que, basicamente, era de pinheiro.

“Infelizmente, o que tinha dito há algum tempo veio mais uma vez a acontecer”, disse.

O autarca realça a importância do cadastro para a ordenação da floresta.

“Sem ele [cadastro] não vamos conseguir por a nossa floresta ordenada. Quanto mais tarde o fizermos, mais atrasados estamos em relação a outros concelhos”.

Apesar da tragédia que voltou a atingir o concelho de Vila de Rei, o presidente do município entende que esta pode ser uma oportunidade para o ordenamento florestal: “É o que eu espero”.

Vários incêndios deflagraram no distrito de Castelo Branco ao início da tarde de sábado. Dois com origem na Sertã e um em Vila de Rei assumiram maiores dimensões, tendo este último alastrado, ainda no sábado, ao concelho de Mação, distrito de Santarém, tendo sido dominado na terça-feira.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior Balanço provisório aponta para 3.700 hectares de floresta ardidos em Vila de Rei
Próximo Produção de laranja atinge nível mais elevado em mais de 30 anos em 2018

Artigos relacionados

Últimas

Webinar: ONU promove Cimeira dos Sistemas Alimentares – 23 de setembro

No próximo dia 23 de setembro decorrerá a Cimeira dos Sistemas Alimentares da ONU, sob forma de evento virtual, que se realizará durante a Assembleia Geral […]

Últimas

Crise no setor dos laticínios em Portugal ameaça operadores de falência

A Associação Nacional dos Industriais de Laticínios e a Federação Nacional das Cooperativas de Produtores de Leite advertiram hoje o Governo para o facto de a crise vivida no setor […]

Últimas

Oferta de Emprego – Engenheiro Agrónomo/Florestal (M/F) – Sintra

A Planta Livre procura candidato com formação em agronomia e florestal para estágio profissional com urgência.