AR: Recomenda ao Governo que apresente e publique um estudo sobre a população de javalis em Portugal

AR: Recomenda ao Governo que apresente e publique um estudo sobre a população de javalis em Portugal

[Fonte: DRE] Resolução da Assembleia da República n.º 186/2019

Sumário: Recomenda ao Governo que apresente e publique um estudo sobre a população de javalis em Portugal.

Recomenda ao Governo que apresente e publique um estudo sobre a população de javalis em Portugal

A Assembleia da República resolve, nos termos do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, recomendar ao Governo que:

1 – Apresente, publique e publicite, no prazo de três meses, um estudo sobre a dimensão e densidade da população de javalis em Portugal, podendo recorrer ao recém-criado Centro de Competências para o Estudo, Gestão e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade, que inclua informação detalhada sobre os seguintes aspetos:

a) A distribuição espacial dos efetivos populacionais;

b) A evolução temporal dos efetivos populacionais;

c) Relação dos pedidos de controlo de densidade populacional de javalis e sua distribuição espacial por concelho;

d) Identificação das medidas tomadas durante 2018 para assegurar o controlo das densidades de populações de javalis e sua distribuição espacial por concelho;

e) Relação dos prejuízos causados aos agricultores, em particular na pequena agricultura, e indemnizações concedidas pelo Estado, por entidades gestoras de zonas de caça e por outras entidades ou particulares.

2 – Assegure o financiamento deste estudo através de um reforço das verbas afetadas ao Fundo Florestal Permanente, com base nas receitas em licenciamento de caça.

3 – Implemente as necessárias medidas, legislativas ou não, por forma a, com urgência, elaborar um plano de controlo da densidade da população de javalis e do seu estado sanitário, no território nacional, a definir de forma participada e a executar sob responsabilidade do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.

4 – Dote a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas de instrumentos financeiros capazes para promover campanhas eficazes na prevenção da peste suína africana, incluindo formas de sensibilização da população em geral e de determinados grupos de risco em particular.

5 – Atualize e intensifique todos os mecanismos de prevenção de peste suína africana, em face do aumento dos casos e do seu alastramento para sul do continente europeu, nomeadamente nos sectores agrícola e ambiental, utilizando para tal todos os meios ao seu dispor, e que proceda da mesma forma relativamente às zoonoses.

6 – Estabeleça uma medida expedita para ressarcimento célere e desburocratizado dos pequenos agricultores pelos prejuízos causados por javalis.

Aprovada em 19 de julho de 2019.

O Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues.

112502977

Comente este artigo
Anterior Comité misto de uva de mesa reúne-se na Fruit Attraction 2019
Próximo Produtores de sementes têm de estar aprovados pela DGAV

Artigos relacionados

Sugeridas

‘Projeto Tejo’ quer um Alqueva para o Ribatejo

Foi apresentado, esta terça-feira [20 de Fevereiro], o “Projeto Tejo – Aproveitamento Hidráulico de Fins Múltiplos do Tejo e Oeste”, na Quinta da Lagoalva de Cima, em Alpiarça (Santarém). O projeto […]

Comunicados

Prémios dos Melhores Agricultores de 2019

A AGROMAIS no passado dia 3 de março, no âmbito do XVIII ENCONTRO DE AGRICULTORES, que se realizou na Golegã, premiou os melhores […]

Últimas

Mau tempo: Ministério da Agricultura vai avaliar prejuízos no Baixo Mondego

A Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro já se deslocou aos terrenos de milho que foram afetados pelo mau tempo para fazer um levantamento dos prejuízos, anunciou o […]