“APW compra contratos de Antenas telecomunicações em Portugal”

“APW compra contratos de Antenas telecomunicações em Portugal”

[Fonte: APW Portugal]

APW Portugal posiciona-se como uma alternativa para capitalizar o aluguer das antenas e torres de telecomunicações em Portugal.

O setor das infraestruturas de telecomunicações desenvolveu-se com base num modelo de negócio em que as operadoras arrendam espaços para colocar Antenas de Telecomunicações.

Esse modelo de gestão de rede, apesar de aumentar os custos operacionais das operadoras, confere-lhes grande liberdade pois as operadoras podem alterar a localização dos equipamentos com eficácia.

Isto é fundamental para que as operadoras se adaptem às repentinas mudanças tecnológicas e às necessidades da rede de telecomunicações.

Neste cenário, o proprietário do contrato de arrendamento fica exposto às estratégias das grandes empresas de telecomunicações, que podem, a qualquer momento rescindir contrato.

Foi neste contexto, que surgiu este conceito de Investimento em Contratos de Arrendamento de Torres e Antenas de Telecomunicações. Através de um pagamento a pronto (Dando liquidez ao contrato) , a APW Portugal adquire a gestão e os futuros rendimentos do contrato de arrendamento, assumindo integralmente o risco do proprietário.

A presença global e a gestão de um vasto portefólio de contratos de arrendamento como no caso da APW, consegue minimizar parte dos riscos recorrentes destes contratos, e garantir uma negociação mais equilibrada coisa que um proprietário individual não consegue.

Desta forma APWPortugal atua “como intermediária entre proprietários de imóveis e operadoras de telecomunicações”. Na prática, o que a APW Portugal oferece é uma alta injeção de capital com base numa receita que nenhum banco aceita como garantia devido ao elevado risco.

Com a possibilidade de vender a gestão do seu contrato de arrendamento, o proprietário ganha maior liberdade em relação ao mesmo. É possível utilizar esse investimento para viabilizar projetos maiores, mais rentáveis e seguros, como por exemplo: Compra de imóveis/terrenos para produção, investir em tecnologia no seu negocio de forma a aumentar a produção e reduzir os custos, entre outros. A APW está disponível para oferecer orientação e consultoria gratuitas para ajudar um proprietário de imóveis a navegar pelos riscos e benefícios de seu arrendamento e entender as opções disponíveis.

Para mais informações a APW Portugal disponibiliza um telefone, + 351 210 200 105, e um e-mail, contacto@apwportugal.pt.

Comente este artigo
Anterior Cultivo de plantas halófitas comestíveis como alternativa à agricultura convencional
Próximo Feira Agrícola do Vale do Sousa regressa em agosto

Artigos relacionados

Comunicados

Azeites CAMB voltam a conquistar novos títulos

O Azeite de Moura DOP, da Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos (CAMB), voltou a ser reconhecido, recebendo medalha de ouro, na categoria ‘Denominação de Origem Protegida Azeite de Moura’ do Concurso Nacional de Azeites de Portugal 2017.
O Azeite Virgem Extra Premium da CAMB voltou também a ser reconhecido, […]

Comunicados

CONFAGRI promove workshop sobre eficiência energética para a indústria agroalimentar

No âmbito do projeto SCOoPE
CONFAGRI promove workshop sobre eficiência energética para a indústria agroalimentar
A CONFAGRI realiza, com o apoio da FENAZEITES, no próximo dia 24 de Setembro, pelas 10h00, um Workshop sobre eficiência energética em cooperativas e explorações agrícolas, que terá lugar no BejaParkHotel (R. […]

Comunicados

Risco de incêndio florestal no território do Continente – Declaração de situação de alerta até 3 junho

[Fonte: GPP]
Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal no território do Continente, o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e o Ministro da Administração Interna assinaram o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta no período compreendido entre as 23h59 do dia 30 de maio e as 23h59 do dia 3 de junho de 2019, […]