ANP participa na ExpoAlimentaria Peru

ANP participa na ExpoAlimentaria Peru

Cadaval, 25 de setembro de 2018 – A ANP – Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha vai estar presente pela primeira vez, a partir desta quarta-feira, na Expoalimentaria, no Peru, uma das principais feiras do sector agroindustrial na América Latina. A Associação pretende promover a Pera Rocha nesta geografia, pouco mais de um ano depois de ter sido assinado o acordo que permite aos produtores nacionais exportarem este fruto para o Peru.

A ExpoAlimentaria, que decorre entre 26 e 28 de setembro, na capital Lima, além de servir de ponto de encontro internacional às empresas exportadoras e aos compradores de vários continentes (na edição passada, contou com a presença de mais de 650 empresas e 45 mil visitantes provenientes de 77 países), é também uma oportunidade para aprofundar o conhecimento do mercado peruano e estabelecer novas redes de contacto. O Peru, com uma população de mais de 31,5 milhões de habitantes, é a sétima maior economia da América Latina e uma das que mais cresceu na última década. Entre 2011 e 2015, Portugal subiu sete lugares no ranking de fornecedores do Peru, tendo as exportações alimentares portuguesas crescido 106,4%, entre 2015 e 2016.

A ANP, que estará integrada no expositor do InovCluster – Cluster Agro-Industrial do Centro, irá aproveitar a participação na ExpoAlimentaria para promover a Pera Rocha junto de outros mercados da América Latina, um destino cada vez mais apetecido. Além do Brasil, o maior mercado de exportação de Pera Rocha, esta variedade de pera exclusivamente portuguesa já está presente em países como a Colômbia ou o Uruguai. Em maio passado, foram também enviadas as primeiras Peras Rocha para o México.

A participação na ExpoAlimentaria 2018 é uma das iniciativas organizadas no âmbito do projeto “Promoção da Pera Rocha nos Mercados Externos”, com o qual a ANP pretende aumentar a competitividade e a visibilidade internacional da Pera Rocha e do seu país de origem. O objetivo é contribuir para o aumento das exportações, através do reforço da promoção no exterior e do melhor conhecimento dos mercados-alvo, estimulando a progressão da fileira na cadeia de valor.

O projeto é cofinanciado pelo Compete 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização. O investimento global é de 430.902 euros, dos quais 85% são financiados pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e inclui a realização de ações de promoção e comunicação.

Comente este artigo
Anterior FENALAC promove comemorações do Dia Mundial do Leite nas escolas em parceria com a câmara municipal de Aveiro
Próximo “¡Estamos hartos de su Política Agrícola! Queremos un cambio justo y sostenible en la PAC”

Artigos relacionados

Dossiers

BEI e Crédito Agrícola garantem 200 milhões de euros para financiar empresas

Lisboa, 23 de Outubro de 2018 – O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu um empréstimo de 100 milhões de euros ao Crédito Agrícola destinado a facilitar o acesso ao crédito às PME e midcaps localizadas principalmente em Portugal. A este valor, o Crédito Agrícola acrescentará mais 100 milhões, […]

Nacional

Pagamentos Junho 2017

No dia 30 de junho de 2017, conforme procedimento habitual, o IFAP irá proceder a pagamentos* num montante total de cerca de 75,1 milhões de euros, destacando-se os seguintes:

Comunicados

Portugal reforça os seus laços comerciais com a Alemanha no Congresso Alemão de Frutas e Legumes (DOGK)

Alemanha é o 5º país de destino de fruta e hortaliça lusa
A Portugal Fresh, a associação para a promoção de fruta, legumes e flores portuguesas, vai participar no VIII Congresso Alemão de Frutas e Legumes (DOGK), a realizar em Düsseldorf nos dias 20 e 21 de Setembro. […]