ANP participa na ExpoAlimentaria Peru

ANP participa na ExpoAlimentaria Peru

Cadaval, 25 de setembro de 2018 – A ANP – Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha vai estar presente pela primeira vez, a partir desta quarta-feira, na Expoalimentaria, no Peru, uma das principais feiras do sector agroindustrial na América Latina. A Associação pretende promover a Pera Rocha nesta geografia, pouco mais de um ano depois de ter sido assinado o acordo que permite aos produtores nacionais exportarem este fruto para o Peru.

A ExpoAlimentaria, que decorre entre 26 e 28 de setembro, na capital Lima, além de servir de ponto de encontro internacional às empresas exportadoras e aos compradores de vários continentes (na edição passada, contou com a presença de mais de 650 empresas e 45 mil visitantes provenientes de 77 países), é também uma oportunidade para aprofundar o conhecimento do mercado peruano e estabelecer novas redes de contacto. O Peru, com uma população de mais de 31,5 milhões de habitantes, é a sétima maior economia da América Latina e uma das que mais cresceu na última década. Entre 2011 e 2015, Portugal subiu sete lugares no ranking de fornecedores do Peru, tendo as exportações alimentares portuguesas crescido 106,4%, entre 2015 e 2016.

A ANP, que estará integrada no expositor do InovCluster – Cluster Agro-Industrial do Centro, irá aproveitar a participação na ExpoAlimentaria para promover a Pera Rocha junto de outros mercados da América Latina, um destino cada vez mais apetecido. Além do Brasil, o maior mercado de exportação de Pera Rocha, esta variedade de pera exclusivamente portuguesa já está presente em países como a Colômbia ou o Uruguai. Em maio passado, foram também enviadas as primeiras Peras Rocha para o México.

A participação na ExpoAlimentaria 2018 é uma das iniciativas organizadas no âmbito do projeto “Promoção da Pera Rocha nos Mercados Externos”, com o qual a ANP pretende aumentar a competitividade e a visibilidade internacional da Pera Rocha e do seu país de origem. O objetivo é contribuir para o aumento das exportações, através do reforço da promoção no exterior e do melhor conhecimento dos mercados-alvo, estimulando a progressão da fileira na cadeia de valor.

O projeto é cofinanciado pelo Compete 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização. O investimento global é de 430.902 euros, dos quais 85% são financiados pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e inclui a realização de ações de promoção e comunicação.

Comente este artigo
Anterior FENALAC promove comemorações do Dia Mundial do Leite nas escolas em parceria com a câmara municipal de Aveiro
Próximo “¡Estamos hartos de su Política Agrícola! Queremos un cambio justo y sostenible en la PAC”

Artigos relacionados

Últimas

Convite para apresentação de propostas «Apoio a ações de informação no domínio da política agrícola comum (PAC)» para 2017

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS «Apoio a ações de informação no domínio da política agrícola comum (PAC)» para 2017
Link:
http://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:C2016/401/09&from=en
Objetivo
No que respeita ao público em geral, o objetivo é sensibilizar a opinião pública para a importância do apoio concedido pela UE aos setores da agricultura e do desenvolvimento rural no âmbito da PAC. […]

Últimas

ANIPLA apresenta a SMART FARM – Demonstração da agricultura moderna e sustentável

A ANIPLA – Associação Nacional da Indústria para a Protecção das Plantas, apresenta a primeira quinta inteligente em território nacional: a SMART FARM. Localizada na Companhia da Lezírias, é um exemplo pioneiro no contexto da produção agrícola sustentável.

Comunicados

Comunicado entregue hoje aos Ministros em Góis

Assunto: Ajudas justas para com os lesados dos Incêndios de Outubro. Pedido de correcção das injustiças cometidas no processo de apoio aos Agricultores e outros Rurais Lesados pelos Incêndios do ano passado, e pelo avanço de outras medidas como as de recuperação […]