Agroglobal 2018 começa a tomar forma

Agroglobal 2018 começa a tomar forma

A AgroGlobal começa a tomar forma. Até Setembro as novidades não vão parar. Fique a conhecer os expositores; os patrocinadores e os participantes.

→Para se inscrever clique aqui←

O objectivo da AgroGlobal é a promoção e organização um evento 100% profissional, assente num novo formato baseado na inovação, dinâmica e interactividade. Um evento que valorize o saber de experiência feito de gerações de agricultores, e que exiba os meios tecnológicos e científicos que um enorme conjunto de empresas coloca à disposição da produção de forma permanentemente renovada. Mostramos que as Escolas e organizações de produtores estão perto do processo produtivo e que desempenham um papel cada vez mais importante no processo de desenvolvimento agrícola.

AgroGlobal destaca o valor de cada área de negócio do sector agrícola, realçando também a importância e participação de áreas de negócios periféricos e essenciais para o desenvolvimento da agricultura, como é o caso da energia, banca e telecomunicações.

Procura também, através da organização de debates de elevado nível com a participação membros do governos e outros peritos nos sectores da agricultura e economia, dar a conhecer a nossa luta dentro da UE para que as nossas especificidades sejam levadas em conta e o esforço efetuado para que as ajudas disponíveis sejam aplicadas de forma simples, pragmática e sem desperdícios.

Tudo isto, abordando todos os sistemas de produção, mesmo os das zonas menos competitivas, pois não poderemos esquecer que a agricultura tem impacto social e ambiental insubstituível. Procuramos fazê-lo de forma diferente, sem o habitual cunho rural/tradicional que domina os nossos certames. Em 3D, no campo excecional da lezíria do tejo, à escala real e de uma forma dinâmica e interativa.

Crescendo em todas as edições, a missão AgroGlobal 2018 passa por acolher a participação das grandes empresas da cadeia de produção agrícola de forma cada vez mais empenhada e dinâmica. Procuramos o reforço da participação e empenho de empresas de áreas de negócio de suporte ao sector agrícola: bancos, seguradoras, empresas de energia, telecomunicações, entre outros. Serão produzidas diversas culturas na vasta área agrícola preparada para o evento, vamos procurar organizar colóquios e debates ainda mais dinâmicos. Em suma, é nossa missão fazer com que vários acontecimentos de grande importância para o setor tenham lugar na Agroglobal 2018.

 

Comente este artigo
Anterior Governo investe 86 milhões para controlar as cheias no país
Próximo Vamos criar valor é o mote para a Agroglobal de 2018 - Joaquim Pedro Torres

Artigos relacionados

Comunicados

Orçamento de Estado 2019 – Leite com chocolate no contexto escolar

– Esclarecimento-
Foi ontem publicado no Jornal Público uma notícia relativa à taxação do açúcar presente nos refrigerantes, a qual enuncia alegadas argumentações de uma empresa do sector acerca da constituição do leite com chocolate distribuído nas escolas nacionais.
Importa repor a verdade, sendo lamentável que uma empresa apresente argumentos falsos visando aliviar a pressão fiscal sobre os seus produtos, […]

Nacional

Revestimentos comestíveis, à base de compostos de origem natural

[Fonte: Voz do Campo]

O Instituto Politécnico de Leiria desenvolveu um projeto que permite aplicação de revestimentos comestíveis, desenvolvidos à base de compostos de origem natural, nomeadamente algas, que permitem o aumento da durabilidade de produtos minimamente processados.
Este projeto é de certeza um passo importante o desenvolvimento de soluções praticas para as empresas de alimentos minimamente processados que têm que lidar com a problemática da oxidação dos produtos alimentares que se desenvolve naturalmente após o processamento. […]

Últimas

Secretários de Estado exonerados foram cumprimentar os substitutos

A Sala dos Embaixadores do Palácio de Belém encheu-se para a posse dos oito novos secretários de Estado: o Governo veio em peso e até mesmo os secretários de Estado exonerados vieram cumprimentar os substitutos. Todos, excepto Fernando Rocha Andrade. E o PS também estava muito bem representado, […]