Agroglobal 2018 começa a tomar forma

Agroglobal 2018 começa a tomar forma

A AgroGlobal começa a tomar forma. Até Setembro as novidades não vão parar. Fique a conhecer os expositores; os patrocinadores e os participantes.

→Para se inscrever clique aqui←

O objectivo da AgroGlobal é a promoção e organização um evento 100% profissional, assente num novo formato baseado na inovação, dinâmica e interactividade. Um evento que valorize o saber de experiência feito de gerações de agricultores, e que exiba os meios tecnológicos e científicos que um enorme conjunto de empresas coloca à disposição da produção de forma permanentemente renovada. Mostramos que as Escolas e organizações de produtores estão perto do processo produtivo e que desempenham um papel cada vez mais importante no processo de desenvolvimento agrícola.

AgroGlobal destaca o valor de cada área de negócio do sector agrícola, realçando também a importância e participação de áreas de negócios periféricos e essenciais para o desenvolvimento da agricultura, como é o caso da energia, banca e telecomunicações.

Procura também, através da organização de debates de elevado nível com a participação membros do governos e outros peritos nos sectores da agricultura e economia, dar a conhecer a nossa luta dentro da UE para que as nossas especificidades sejam levadas em conta e o esforço efetuado para que as ajudas disponíveis sejam aplicadas de forma simples, pragmática e sem desperdícios.

Tudo isto, abordando todos os sistemas de produção, mesmo os das zonas menos competitivas, pois não poderemos esquecer que a agricultura tem impacto social e ambiental insubstituível. Procuramos fazê-lo de forma diferente, sem o habitual cunho rural/tradicional que domina os nossos certames. Em 3D, no campo excecional da lezíria do tejo, à escala real e de uma forma dinâmica e interativa.

Crescendo em todas as edições, a missão AgroGlobal 2018 passa por acolher a participação das grandes empresas da cadeia de produção agrícola de forma cada vez mais empenhada e dinâmica. Procuramos o reforço da participação e empenho de empresas de áreas de negócio de suporte ao sector agrícola: bancos, seguradoras, empresas de energia, telecomunicações, entre outros. Serão produzidas diversas culturas na vasta área agrícola preparada para o evento, vamos procurar organizar colóquios e debates ainda mais dinâmicos. Em suma, é nossa missão fazer com que vários acontecimentos de grande importância para o setor tenham lugar na Agroglobal 2018.

 

Comente este artigo
Anterior Governo investe 86 milhões para controlar as cheias no país
Próximo Vamos criar valor é o mote para a Agroglobal de 2018 - Joaquim Pedro Torres

Artigos relacionados

Nacional

Primeiro-ministro pede “mobilização nacional” para uma floresta mais segura

Foi no último debate quinzenal que o primeiro-ministro António Costa apelou a “uma mobilização nacional” que continue a modificar a atitude e os comportamentos em relação à […]

Nacional

Julho de 2019 foi o mês mais quente de sempre

França tem sido um dos países onde os recordes de temperatura máxima têm sido batidos

O mês de Julho de 2019 foi, […]