Agroglobal 2018 começa a tomar forma

Agroglobal 2018 começa a tomar forma

A AgroGlobal começa a tomar forma. Até Setembro as novidades não vão parar. Fique a conhecer os expositores; os patrocinadores e os participantes.

→Para se inscrever clique aqui←

O objectivo da AgroGlobal é a promoção e organização um evento 100% profissional, assente num novo formato baseado na inovação, dinâmica e interactividade. Um evento que valorize o saber de experiência feito de gerações de agricultores, e que exiba os meios tecnológicos e científicos que um enorme conjunto de empresas coloca à disposição da produção de forma permanentemente renovada. Mostramos que as Escolas e organizações de produtores estão perto do processo produtivo e que desempenham um papel cada vez mais importante no processo de desenvolvimento agrícola.

AgroGlobal destaca o valor de cada área de negócio do sector agrícola, realçando também a importância e participação de áreas de negócios periféricos e essenciais para o desenvolvimento da agricultura, como é o caso da energia, banca e telecomunicações.

Procura também, através da organização de debates de elevado nível com a participação membros do governos e outros peritos nos sectores da agricultura e economia, dar a conhecer a nossa luta dentro da UE para que as nossas especificidades sejam levadas em conta e o esforço efetuado para que as ajudas disponíveis sejam aplicadas de forma simples, pragmática e sem desperdícios.

Tudo isto, abordando todos os sistemas de produção, mesmo os das zonas menos competitivas, pois não poderemos esquecer que a agricultura tem impacto social e ambiental insubstituível. Procuramos fazê-lo de forma diferente, sem o habitual cunho rural/tradicional que domina os nossos certames. Em 3D, no campo excecional da lezíria do tejo, à escala real e de uma forma dinâmica e interativa.

Crescendo em todas as edições, a missão AgroGlobal 2018 passa por acolher a participação das grandes empresas da cadeia de produção agrícola de forma cada vez mais empenhada e dinâmica. Procuramos o reforço da participação e empenho de empresas de áreas de negócio de suporte ao sector agrícola: bancos, seguradoras, empresas de energia, telecomunicações, entre outros. Serão produzidas diversas culturas na vasta área agrícola preparada para o evento, vamos procurar organizar colóquios e debates ainda mais dinâmicos. Em suma, é nossa missão fazer com que vários acontecimentos de grande importância para o setor tenham lugar na Agroglobal 2018.

 

Comente este artigo
Anterior Governo investe 86 milhões para controlar as cheias no país
Próximo Vamos criar valor é o mote para a Agroglobal de 2018 - Joaquim Pedro Torres

Artigos relacionados

Comunicados

Governo abre novo mercado à exportação de pera Rocha

Está aberto mais um novo mercado para a pera Rocha. Os primeiros contentores, num total de 40 toneladas, seguem esta semana para o México, depois do Governo ter concluído todo o processo de controlo fitossanitário.
O mercado mexicano constitui um dos mais importantes mercados do continente americano, […]

Nacional

Mais de 85% da produção agrícola angolana é feita por famílias

[Fonte: Observador]

O Governo angolano indicou esta quarta-feira que mais de 85% da produção agrícola do país ainda é feita pelas famílias, referindo que o setor, “totalmente diferente de há cinco anos”, regista maior apoio aos empresários e à agricultura familiar. […]

Comunicados

Food, nutrition and health. A step in the right direction?

[Fonte: Farm Europe]
Undoubtedly, there is nowadays a growing sentiment towards food and its effects on health.
People are worried about health risks related to certain foods.
In practice, the selective approach that is prevailing, focuses exclusively on nutrition, putting aside other considerations – […]