Agricultura e apicultura “devem trabalhar lado a lado”

[Fonte: Vida Rural] “A agricultura e a apicultura devem caminhar de mãos dadas para o crescimento sustentável das duas atividades”. Esta foi uma das principais conclusões do XVII Fórum Nacional de Apicultura, uma iniciativa da Associação Agrícola da Ilha Terceira (AAIT) e da Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (FNAP) que decorreu no passado dia 15 de outubro, na Ilha Terceira.

“Para a saúde das abelhas e a qualidade do mel, as abelhas necessitam de um pastoreio com uma grande variedade de fontes de alimento, que nalguns casos são maioritariamente culturas agrícolas, no entanto, o modelo agrícola predominante é o da monocultura de produção intensiva”, defendeu o presidente da Associação Europeia de Apicultores Profissionais, Walter Haefeker.

Durante o fórum foi apresentado um exemplo que representa as sinergias que se têm criado entre a agricultura e a apicultura: um projeto criado em 2010, na Alemanha, para a produção de leite e manteiga ‘amigos das abelhas’.

“Os produtos encontram-se à venda, devidamente rotulados, em mais de 150 supermercados alemães. Os produtores de leite que aderem a este sistema promovem o crescimento algumas zonas de pasto para as abelhas e não devem utilizar pesticidas à base de neonicotinóides”, explica a associação.

Segundo a associação, numa altura em que o setor do leite enfrenta uma crise, esta é uma forma de valorizar o produto, já que este leite ‘amigo das abelhas’ é pago a uma média de 0,40 cêntimos por litro.

“A ideia já ganhou adeptos em França, onde existem alguns viticultores ‘amigos das abelhas’ e, entretanto, uma cadeia de supermercados francesa anunciou que vai produzir uma linha de produtos ‘amigos das abelhas’”, acrescenta.

De acordo com dados apresentados pela Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (FNAP) a produção de mel em Portugal tem vindo a crescer de forma sustentada desde 2007 e em 2015 “atingiu o valor mais elevado desde 2000, com 11521 toneladas, das quais 2000 toneladas são exportadas para diversos países.”

Só nos últimos três anos foram instaladas em Portugal 52 371 novas colónias de abelhas e o número médio de colónias por apicultor aumentou de 34 para 59.

Nota: Fotografia de Margarida Matos

O post Agricultura e apicultura “devem trabalhar lado a lado” aparece primeiro no Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Plantas aromáticas e medicinais: espontâneas ou cultivadas?
Próximo Governo vai ‘dispensar’ 3 M€ para apoiar produtores pecuários afetados pela escassez de água

Artigos relacionados

Últimas

Rio diz que Costa estava de férias quando morreram “mais de 60 pessoas”, primeiro-ministro nega

[Fonte: Rádio Renascença]

Novo capítulo na polémica sobre as férias de Rui Rio e de António Costa, a propósito de declarações do líder do PSD, este sábado, em que referiu que o primeiro-ministro estava em período de descanso quando morreram “mais de 60 pessoas”, […]

Últimas

Governo pede esclarecimentos sobre apoios europeus a deputada socialista. Caso vai “ser fiscalizado”

[Fonte: ECO]

A deputado socialista Hortense Martins recebeu 275 mil euros de fundos europeus destinados a projetos turísticos que, alegadamente, já estariam concluídos no momento da candidatura, contrariando as regras comunitárias, avançou o Público (acesso pago) esta segunda-feira. O ministro da Agricultura já […]

Últimas

Gosta de agricultura e não tem terreno? Cultive em casa. Veja as promoções da GroHo

[Fonte: Agricultura e Mar]
A agricultura não é uma moda. É uma necessidade e uma profissão de futuro. Mas há cada vez mais quem goste de saber e de produzir o que come. A GroHo tem a solução para esses apaixonados das técnicas agrícolas. […]