Agricultores podem candidatar-se a apoios à comercialização até Outubro

Agricultores podem candidatar-se a apoios à comercialização até Outubro

Os agricultores do continente podem candidatar-se a apoios ao investimento na transformação e comercialização de produtos até 15 de outubro, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020.

De acordo com a informação disponível na página do programa, os apoios são concedidos sob a forma de subsídio não reembolsável para os investimentos elegíveis até um milhão de euros por beneficiário e de subvenção reembolsável para os que excederem este montante e até 10 milhões de euros.

As candidaturas devem promover a “expansão e renovação de estrutura produtiva agroindustrial”, de modo a potenciar a criação de valor, inovação, a qualidade e a segurança alimentar, bem como preservar o ambiente, “assegurando a compatibilidade dos investimentos com as normas ambientais e de higiene e segurança no trabalho”.

Os apoios destinam-se a investimentos na conservação e comercialização ou transformação de produtos agrícolas, cujo montante elegível seja superior a 200 mil euros e igual ou inferior a quatro milhões de euros de investimento total “excluindo as necessidades de fundo de maneio”.

Consideram-se também os produtos com investimento total elegível superior a 200 mil euros, “quando desenvolvido em explorações agrícolas em que a matéria-prima é maioritariamente proveniente da própria exploração” ou quando seja desenvolvido por “agrupamentos ou organizações de produtores reconhecidos”.

São ainda incluídos nestes apoios os investimentos que resultem num produto final que contribua para o desenvolvimento da produção ou do valor acrescentado da produção agrícola.

“Apenas se admite a apresentação de uma candidatura por beneficiário, corretamente formalizada e acompanhada de todos os documentos obrigatórios”, lê-se no aviso assinado pela gestora do PDR 2020, Gabriela Freitas.

Porém, os investimentos em causa não podem ser relativos, por exemplo, ao setor do vinho e do azeite.

As candidaturas devem ser submetidas através do portal do programa Portugal 2020 ou da página da internet do PDR 2020.

Fonte: Sapo.pt

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Comente este artigo
Anterior El lechón se paga casi un 69% más caro que hace un año
Próximo Agridoce – XIII Feira de Agricultura e Doçaria em Cabanelas

Artigos relacionados

Nacional

Inquérito. Anpromis quer quantificar prejuízos causados por javalis no milho

A Anpromis — Associação dos Produtores de Milho e Sorgo de Portugal quer contabilizar os prejuízos causados pelos javalis, nas searas de milho instaladas durante a presente campanha agrícola. […]

Nacional

Enartis apresenta novo posicionamento

A Enartis renovou a sua identidade visual e apresentou um novo posicionamento que tem como objetivo celebrar os 15 anos de experiência no setor enológico. […]

Sugeridas

Alteração da validade da habilitação para aplicadores de produtos fitofarmacêuticos

A DGAV – Direção-Geral de Alimentação e Veterinária publicou o Oficio Circular n.º 04/2020 referente aos procedimentos a seguir para a extensão […]