Affirm Opti. Nova solução para controlo de lepidópteros em fruticultura

Affirm Opti. Nova solução para controlo de lepidópteros em fruticultura

O lançamento do Affirm Opti decorreu a 6 de junho no polo de Alcobaça do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, com a presença de técnicos de organizações de produtores e da distribuição, oriundos das principais regiões frutícolas do país.

Patrícia Vicente, investigadora do INIAV, enquadrou o tema do evento com uma apresentação sobre as principais pragas das pomóideas e respetivas medidas de proteção dos pomares. Entre outras, destacou o bichado da fruta como praga-chave das pomóideas, presente nos pomares em todo o país, e com tendência para aumento da severidade e da frequência dos ataques, devido às alterações climáticas. “O controlo do bichado da fruta representa 70% do total dos inseticidas utilizados em pomóideas”, esclareceu a investigadora, recomendando o uso de armadilhas com feromonas para monitorização da praga e estabelecimento do nível económico de ataque.

A Syngenta desenvolveu o Affirm Opti com baixa dose de benzoato de emamectina, a única substância ativa do produto, que se destaca pela sua formulação com duas tecnologias inovadoras: Pepite (grânulos dispersíveis em água, que representam maior comodidade e segurança para o utilizador) e Visiq (um escudo que protege as partículas de substância ativa dos efeitos de degradação pelos raios UV, para maior persistência de ação do produto). “Graças à sua formulação inovadora o Affirm Opti não necessita de adição de adjuvantes, resultando também por esta via numa redução da dose de substâncias químicas no pomar. A baixa dosagem do Affirm Opti é fundamental para uma boa gestão dos resíduos na fruta, em linha com as necessidades da cadeia de valor alimentar, e permite aplicações com impacto reduzido na fauna auxiliar”, explica a empresa em comunicado.

O Affirm Opti atua nas diferentes fases de desenvolvimento dos lepidópteros (ovos, larvas e adultos), mas tem uma ação marcadamente ovo-larvicida. Recomenda-se iniciar os tratamentos antes do início da eclosão dos ovos ou ao pico de voo nas primeiras eclosões de ovos o mais tardar. Estão autorizadas 3 aplicações por campanha, num máximo de 2kg/hectare. O intervalo de segurança do produto é de apenas 7 dias.

Já Maria do Carmo Pereira, responsável de Marketing da Syngenta para Especialidades e Hortícolas na Península Ibérica, explicou que o lançamento do Affirm Opti ocorre numa conjuntura europeia e nacional de grandes restrições ao uso de substâncias ativas para controlo de pragas.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Produtores de Fumeiro de Montalegre debatem a importância da Certificação IGP - 15 de junho
Próximo Onze municípios em risco máximo de incêndio

Artigos relacionados

Últimas

Governo prorroga apoios agroambientais até próximo período programação

O Ministério da Agricultura anunciou esta segunda-feira a prorrogação do apoio aos compromissos agroambientais previstos no Programa de Desenvolvimento Regional 2020, […]

Comunicados

Publicação CULTIVAR – GPP disponibiliza Base de Dados de pesquisa

O GPP informa que passa a disponibilizar uma Base de Dados, de pesquisa de conteúdos, das edições da publicação CULTIVAR – […]

Nacional

Projeto “O pinto vai à escola” ajuda a divulgar raças de galinhas portuguesas

Quinze escolas da zona de Lisboa receberam o projeto “O pinto vai à escola”, dinamizado por investigadoras do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) com o objetivo de contribuir para a conservação das raças de galinhas portuguesas. […]