A Terra e os Homens – Episódio 6

[Fonte: AGRO.GES] O SETOR DE CEREAIS EM PORTUGAL: PANORAMA E ENTRAVES

O episódio 6 de “A Terra e os Homens” é inteiramente dedicado à produção de cereais que ocupava um quarto da superfície agrícola, no final do século XX.

Os cereais são considerados o coração da política agrícola comum. A sua produção é parte dominante do comércio internacional e está intimamente associada, através da alimentação animal, a todo o setor da pecuária com uma grande dimensão económica global.

Em Portugal, um dos maiores entraves no sector dos cereais são os preços elevados de produção face ao panorama europeu, sendo a mão de obra uma exceção.

Encontram-se repartidos de forma desigual cerca de 270 mil produtores individuais por todo país. O Alentejo representa metade da superfície agrícola e, por isso, a maior preocupação recai sobre os apoios do Estado no setor, uma vez que esta é a grande base da economia alentejana.

Neste programa foram convidados Vasconcelos e Sousa, da Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo (ANPROMIS), o empresário agrícola Luís Bulhão Martins, Luís Rosado da Associação Nacional de Produtores de Cereais (ANPOC), o empresário agrícola Manuel Quadros Costa, o Professor António Lopes Aleixo, do Instituto Superior de Agronomia que analisaram a conjetura do setor de cereais em Portugal. O engenheiro agrónomo Sevinate Pinto ficou responsável pelo comentário da semana.

Comente este artigo
Anterior Dia Mundial do Leite Escolar - 25 de Setembro de 2019
Próximo Quer conhecer uma plantação de pistácio? Espaço Visual organiza visita técnica

Artigos relacionados

Vídeos

Terra Emergente – T.3 Ep.10 – Sementes

Todos os países têm variedades agrícolas tradicionais, bem adaptadas ao seu clima e solo. As variedades tradicionais portuguesas foram substituídas por culturas mais rentáveis […]

Vídeos

Alqueva a mudar a cor do Alentejo

Comente este artigo

#wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;} […]

Vídeos

Jovem Agricultor do Ano

Conversa com Gonçalo Assis Lopes

Comente este artigo
#wpdevar_comment_3 span,#wpdevar_comment_3 iframe{width:100% !important;} […]