A produção de carne bovina na Europa a beneficiar da Rede de Inovação de Carne de Bovino, projeto financiado pela UE

A produção de carne bovina na Europa a beneficiar da Rede de Inovação de Carne de Bovino, projeto financiado pela UE

23-24 junho, online – BovINE, a primeira rede transeuropeia de produção de bovinos a receber financiamento da UE, vai realizar on-line as reuniões do projeto para todos os parceiros e associados, durante as quais o seu site e a plataforma “BovINE Knowledge Hub”, serão lançados. A rede BovINE agrega investigadores, consultores, agricultores e outros actores relevantes da cadeia de produção de carne de bovino, de nove estados membros da UE e pretende estimular o intercâmbio de conhecimentos e ideias a nível internacional, e encontrar soluções para o espectro de desafios que o sector atualmente enfrenta.

O website do BovINE e a plataforma Knowledge Hub podem ser acedidos em www.bovine-eu.net (nota: lançada às 09:00 de 3ª feira 23 junho 2020). Uma e-newsletter com notícias e informações quanto às actividades do BovINE, será enviada regularmente a todos os que se inscreverem enviando um e-mail para [email protected] ou no website.

A coordenadora do projeto Professora Maeve Henchion, Teagasc, refere: “A rede BovINE fornece uma oportunidade única para o sector da produção de carne bovina na Europa trabalhar em conjunto para partilhar conhecimento e co-criar soluções. Todos os criadores de carne de bovino da Europa podem tirar proveito das oportunidades e canais que o projeto BovINE fornece, e não só os Estados Membros representados pelos parceiros no projeto.”

O conhecimento será gerado e diretamente partilhado na plataforma Knowledge Hub (repositório de conhecimento) e passando pelos seguintes quatro temas interrelacionados:

  • resiliência socioeconómica,
  • saúde e bem-estar animal,
  • eficiência da produção e qualidade da carne
  • e sustentabilidade ambiental.

O Hub foi projetado para permitir que todas as partes interessadas, particularmente os agricultores que enfrentam esses desafios e áreas temáticas todos os dias, possam não só ter acesso a inovações e boas práticas de uma forma imediata, mas possam também eles próprios contribuir com o seu conhecimento. O conteúdo será construído ao longo do tempo.

O BovINE nomeou um Gestor de Rede para cada um dos 9 países parceiros diretamente envolvidos no projeto, e que terão a responsabilidade de envolver todos aqueles que estejam ligados à produção de carne bovina na identificação de problemas de raiz, desafios prementes ao nível da produção, e que possam de alguma forma facilitar e promover o trabalho conjunto para encontrar soluções para estes desafios. Os grupos definidos no âmbito do projeto a trabalhar nas quatro áreas temáticas, irão igualmente identificar e partilhar, por via da “Knowledge Hub”, as inovações resultantes de investigação e de outras fontes, bem como boas práticas já em vigor.

Os parceiros nacionais neste consórcio são a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa e a PROMERT S.A., Agrupamento de Produtores de Bovinos Mertolengos S.A.. O Professor Humberto Rocha, da PROMERT, coordena o BovINE Regional Network Portugal. Esta rede na fileira de produção de carne bovina, envolve produtores, associações de produtores, indústrias transformadoras, investigadores, consultores, médicos-veterinários, e outros intervenientes da fileira. Este network regional pretende identificar necessidades prioritárias e constrangimentos na produção, identificação de boas práticas e troca eficiente de conhecimento. A coordenadora do parceiro FMV no Projeto Bovine,  Professora Magda Aguiar Fontes, refere: “enquanto parceiros deste projecto estaremos particularmente envolvidos na co-coordenação da área temática resiliência sócio-económica, e faremos ainda parte dos grupos de trabalho específicos das áreas temáticas dedicadas à saúde e bem estar animal e à eficiência da produção e qualidade da carne. O facto das reuniões do projeto decorrerem online, um imperativo no contexto actual dadas as restrições impostas pelo Covid-19, mostra bem o empenho de todos os parceiros e partes interessadas, no sentido de mesmo assim conseguir levar a cabo uma partilha de conhecimento e discussão de ideias e experiências, de forma a poderem contribuir para uma cadeia de valor de carne de bovino mais sustentável e de acordo com as exigências do mundo atual.”

Comente este artigo
Anterior Decorreu entre 15 e 19 de junho, o curso “Uso de Máquinas Pesadas na Prevenção e no Combate a Incêndios Rurais”
Próximo Processos de Venda de direitos de exclusividade para comercialização de variedades

Artigos relacionados

Cotações ES

El porcino de capa blanca suma dos meses con recortes

Nuevo descenso en la cotización del porcino de capa blanca y con esta bajada el precio encadena dos meses en los que ha perdido más de 28 céntimos, […]

Últimas

Previsão de longo prazo – 03 mar. a 29 mar. 2020

Precipitação total com valores acima do normal e temperatura média semanal com valores acima do normal […]

Nacional

Faltam 7 dias para o Colóquio Nacional do Milho

O 9º Colóquio Nacional do Milho reúne, a 7 de Fevereiro, na Póvoa de Varzim, no Hotel Axis Vermar, mais de 450 especialistas nacionais e internacionais para um debate alargado sobre a situação atual e perspetivas futuras do mercado do leite. […]