8.ª Edição do concurso da Árvore Europeia de 2018

8.ª Edição do concurso da Árvore Europeia de 2018

São os 13 países que participam este ano, na 8ª edição do concurso europeu Tree of the Year. Durante o mês de fevereiro, todos podem escolher a sua árvore preferida através de um sistema de votação on-line.

O Tree of the Year realça a ligação emocional que as pessoas e as próprias comunidades mantêm com as árvores, bem como a sua importância para o património natural e cultural da Europa. Entre as histórias partilhadas este ano, destaca-se a árvore portuguesa, o Sobreiro Assobiador, o maior sobreiro de Portugal.

As histórias das árvore a concurso encontram-se disponíveis em: https://www.treeoftheyear.org

O acesso à votação da árvore portuguesa encontra-se em: https://www.treeoftheyear.org/Portugal

Os vencedores serão homenageados na Cerimónia de Entrega de Prémios, a 21 de março, organizada pelo eurodeputado Pavel POC, no Parlamento Europeu em Bruxelas. A UNAC foi o parceiro escolhido para organizar o concurso a nível nacional.

A Árvore Europeia do Ano é um concurso que destaca a importância das árvores no património natural e cultural da Europa e nos serviços do ecossistema. O concurso não procura a árvore mais bonita esteticamente, mas sim uma árvore com uma história, uma árvore enraizada nas vidas e no trabalho das pessoas e da comunidade que a rodeia.
www.treeoftheyear.org

 

Comente este artigo
Anterior OGM. Sabe quais são os prós e contras?
Próximo Alemanha já é o quinto maior comprador  de frutas e legumes portugueses

Artigos relacionados

Nacional

Carlos Vicente é o novo director geral da Vitacress Portugal

Carlos Vicente sucede a Luís Mesquita Dias como director geral da Vitacress Portugal. Segundo a Vitacress, Carlos Vicente assume o cargo «após uma carreira de sucesso na Unilever e na […]

Nacional

Revitagri leva permapicultura às terras do Gerês

A apicultura consiste na criação de abelhas para produção de mel, própolis, geleia real e pólen (…) para além da importância das abelhas enquanto insetos polinizadores. […]

Sugeridas

Alterações climáticas, floresta e desenvolvimento rural – Rui Simões

O país não é todo igual, mas é todo nosso, por isso não aceitaremos territórios insustentáveis eternamente esquecidos ou submetidos à gestão do declínio. […]