6 +1 boas razões para assistir ao Agroin

6 +1 boas razões para assistir ao Agroin

1 de outubro marca o regresso no calendário aos eventos agrícolas presenciais. O AgroIn muda-se para o Auditório da Faculdade de Medicina Dentária de Lisboa para um dia de partilha. Conheças as 6 boas razões para não perder esta edição. E mais uma:

1. Saber se a pegada carbónica pode ser uma métrica de competitividade

É o tema do momento mas sabemos muito pouco sobre metodologias para a sua quantificação. Que fontes de emissão estão incluídas? Como é reconhecida e contabilizada a remoção de carbono em biomassa e solos? Os mercados exigem e valorizam a comunicação da intensidade carbónica dos produtos agrícolas? Maria João Gaspar, consultora em sustentabilidade, vai dar as respostas. Será às 09h30, logo na abertura do AgroIN.

E para saber como se calcula esta pegada na prática, Ricardo Teixeira, do Instituto Superior Técnico, vai apresentar um caso prático de bovinos de leite e de carne.

2. Saber se o mercado remunera a sustentabilidade

Produzir com sustentabilidade é uma coisa. Ser valorizado por isso é outra. Como está o mercado a valorizar a produção de produtos mais ecológicos? A sustentabilidade pode ser uma ferramenta de marketing? E quem regula tudo isto? Uma discussão numa mesa redonda que vai juntar Pedro Pimentel, da Centromarca, Pedro Queiroz, da FIPA e Catarina Pinto Correia da VdA.

3. Ficar a conhecer os projetos Infravini e Pronusbot

Conheça o drone que está a ser testado na Cova da Beira para prever a carga frutícola ou tomar decisões sobre pulverizações. Maria do Carmo Martins, do COTHN, vai explicar tudo. Já Lino Oliveira, do INESC TEC, vai falar do projeto Infravini, uma ferramenta para recolher indicadores climáticos e agronómicos para viticultura.

4. Ficar a conhecer os vencedores dos Prémios Vida Rural

No ano em que a EDIA comemora o 25º aniversário, vamos premiar os projetos, agricultores, empresas e entidades que fazem a diferença e dinamizam os agronegócios na área de influência de Alqueva. E a terminar, a entrega do Prémio Personalidade Armando Sevinate Pinto.

5. Saber se ainda é possível crescer mais no regadio de Alqueva

Vamos juntar um quinteto de luxo para discutir sobre regadio e sobre o que há ainda há para fazer com a água de Alqueva. Uma conversa com Vasco Cortes Martins, da Sovena, João Banza, da Agro Vale Longo, Miguel Matos Chaves, da Migdalo, Pedro Baptista, da Fundação Eugénio de Almeida e João Cortez Lobão, da Herdade Maria da Guarda. Top!

6. Ficar a saber mais sobre solo

O solo é um sistema complexo e dinâmico que importa conhecer em profundidade e que é decisivo para o sucesso das culturas. O que estamos a fazer para conservar o solo? Qual a importância dos micro-organismos? Quais as melhores técnicas para preservar este recurso? João Coimbra vai mostrar o que está a fazer na sua Quinta da Cholda e moderar a conversa com Isabel Brito, da Universidade de Évora e Francisca Ramos, daSociedade Agrícola S. João de Brito

7. Reencontrarmo-nos

No meio de uma pandemia e de dezenas de cancelamentos de eventos na área agrícola, esta edição do AgroIN vai relembrar a importância de estarmos juntos. Em segurança, com respeito pelas regras, com o devido distanciamento, mas juntos de novo. Que este reencontro seja o primeiro de muitos mais nos próximos meses. A agricultura não para. E o AgroIN também não.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Incêndios: Época mais critica termina com 65.000 hectares ardidos e morte de cinco bombeiros
Próximo Vindimas podem produzir 104 milhões de litros de vinho no Alentejo

Artigos relacionados

Sugeridas

Douro está a contratar 4 ME do pacote de medidas para os vinhos – ministra

A região do Douro está a contratar cerca de quatro milhões de euros do pacote de medidas de apoio à crise no setor dos vinhos, anunciou hoje a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes. […]

Últimas

ONU quer mudanças na dieta e no uso dos solos para travar alterações climáticas

O aquecimento global só poderá ser travado com mudanças no uso dos solos e no consumo alimentar, advertiram hoje as Nações Unidas num relatório que servirá de base a futuras negociações sobre alterações climáticas. […]

Últimas

Prazo para candidaturas dos agricultores ao Pedido Único alargado até 6 de maio

O pedido estava anteriormente compreendido entre 1 de fevereiro e 30 de abril e foi agora alargado, sem qualquer penalização. O Pedido Único consiste numa solicitação de pagamento direto de ajudas. […]