56ª Feira Nacional de Agricultura/66ª Feira do Ribatejo: O Orgulho do Ribatejo

56ª Feira Nacional de Agricultura/66ª Feira do Ribatejo: O Orgulho do Ribatejo

[Fonte: Gazeta Rural]

SONY DSC

A 56ª Feira
Nacional de Agricultura / 66ª Feira do Ribatejo, evento que decorreu no Centro
Nacional de Exposições, em Santarém, e cuja temática central foi a “Vinha
e o Vinho” foi o ponto central do sector agrícola durante nove dias.

O evento
encerra hoje portas com um balanço positivo na participação de expositores e na
área ocupada pelas empresas presentes no evento. O certame contou com uma
grande mostra de maquinaria agrícola e com equipamentos inovadores, reflexo de
um sector moderno, dinâmico e renovado.

A Feira Nacional
de Agricultura demonstrou que é um evento de grande vitalidade, mostrou aos
visitantes uma agricultura moderna e com tecnologia de ponta e deu especial
relevo ao sector do vinho, que adquiriu hoje um papel central na gastronomia
moderna.

A escolha do
tema deste ano foi uma forma de proporcionar ao consumidor várias experiências
nesta área como a forma de beber, o copo a utilizar, o prato mais indicado,
entre outras, assim como realçar o dinamismo do sector que tem grande
importância económica.

A Feira
afirmou-se, uma vez mais, como o principal evento deste mercado e a grande
montra do sector agrícola em Portugal para satisfação dos expositores e dos
visitantes.  Nesta área, realce para o
investimento das empresas que tornaram possível uma exposição com uma imagem
cada vez mais cuidada e que revela a importância do certame para estabelecer
contactos e negócios.

FNA 19 marca agenda política

A Feira
Nacional de Agricultura marcou a agenda política da agricultura nacional e com
a presença de diversas individualidades com destaque para a presença do
Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do 1º Ministro, António Costa
e do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas
Santos.

O certame
também contou com a presença de outros responsáveis como o Secretário de Estado
da Defesa do Consumidor, João Torres, o Secretário de Estado das Florestas e
Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, o Secretário Regional de Agricultura e
Pescas da Madeira, Humberto Vasconcelos e o Secretário Regional da Agricultura
e Florestas dos Açores, João Ponte.

Já é um
hábito a visita de políticos dos vários partidos e este ano não foi exceção.
Uma delegação PSD presidida por Arlindo Cunha esteve presente na feira para
contactar com expositores e visitantes, assim como a líder do CDS-PP Assunção
Cristas. O PCP também esteve presente no evento com uma delegação e aproveitou
a ocasião para falar com as empresas e com o público que por aqui passou.

A presença
dos responsáveis governativos e de vários partidos com assento parlamentar é
uma demonstração do interesse que o sector desperta e na capacidade das
empresas e empresários agrícolas.

Conversas de Agricultura e Encontros

As várias
conferências, seminários e colóquios que integram o ciclo “Conversas de
Agricultura” contaram com a participação de especialistas de diversas
áreas e representantes de organizações de agricultores estrangeiras.

A Feira
Nacional de Agricultura foi palco de 29 ações entre congressos, seminários
(público em geral) e encontros que foram dirigidos a um público mais
específico, como reuniões de trabalho promovidas por alguns concessionários.

No campo dos
colóquios, natural destaque para a Conferência Internacional “Os Desafios
para os Agricultores e para a Agricultura no Futuro” e na área dos
“encontros sectoriais” a Corteva apresentou formalmente a empresa ao
público português.

Realizaram-se
29 seminários, encontros e reuniões durante os nove dias de feira, o que mostra
uma vez mais a dimensão e o interesse desta área na Feira Nacional de
Agricultura.

Exposição de Maquinaria Agrícola

Com a
presença das principais marcas do mercado, a exposição de Maquinaria na Feira
Nacional de Agricultura foi uma das principais atrações do evento que cativou
os profissionais e muitos outros visitantes impressionados com a dimensão desta
área. A tecnologia e a inovação estiveram sempre presentes, uma evidência clara
de um sector inovador.

Exposição Institucional e Equipamentos

A Feira
Nacional de Agricultura também foi um espaço reservado para várias organizações
do sector como associações, cooperativas agrícolas, instituições e
equipamentos, como foi o caso da nave B. 
Neste espaço os visitantes puderam conhecer organizações do sector e
empresas de referência neste mercado. Nesta área, realce para a presença da
Comissão Europeia nos nove dias do evento, uma forma de reconhecer a
importância do certame e a sua contribuição para a imagem da agricultura
portuguesa.

Salão Prazer de Provar

No âmbito do
tema da Feira, decorreram várias iniciativas como Cursos de Iniciação à Prova
de Vinhos, Provas Temáticas de Vinhos do Porto, Madeira e Moscatel de Setúbal
(Org. Associação Portuguesa de Enologia), Masterclass de Vinhos Casta Negra
Mole (Org. CVR Algarve), Masterclass de Fernão Pires (CVR Tejo) e Masterclass
de Vinhos Velhos (CVR Trás – os – Montes), iniciativas que contaram com
bastante adesão.

O Auditório
de Cozinha ao Vivo contou com um programa muito intenso com mais de 50 ações,
desde apresentações de produtos, programas de consciência alimentar, provas de
doces, promoções gastronómicas, entre outras.

Os produtos
premiados nos Concursos Nacionais, nomeadamente “Os Melhores dos
Melhores”, que decorreram entre dezembro e maio, estarão em exposição no
Salão Prazer de Provar, permitindo assim o contacto direto do consumidor com o
que de melhor se faz no nosso setor. Estas iniciativas foram realizadas em
prova cega e tiveram como objetivo estimular a produção, dar a conhecer os
melhores produtos nas diferentes regiões do país e incentivar o seu consumo.

Recorde-se
que o Salão Prazer de Provar reuniu algumas das maiores empresas do país que
actuam no ramo agro-alimentar e integrou ainda um espaço de exposição dedicado
à iniciativa “Portugal Sou Eu”.

Exposição Agro-Pecuária

A Feira
Nacional de Agricultura foi palco de uma assinalável mostra pecuária.
Diferentes raças autóctones bovinas nacionais e exóticas, equinos representando
as principais coudelarias nacionais, suínos de raça bísara e raça alentejana,
caprinos, ovinos e galinhas poedeiras estiveram diariamente em exposição.

Na edição
deste ano os ovinos e os suínos vão concentraram-se num só local, o que
permitiu uma maior concentração de efetivos e facilitou a visita do público.
Paralelamente, decorreram vários concursos tendo em vista a valorização dos
criadores e respetivos efetivos.

Atividades Equestres

Durante nove
dias, as iniciativas equestres estiveram no centro da ação da Feira Nacional de
Agricultura e ocuparam um lugar de relevo no evento ao serem realizadas no
Grande Ringue. Nos dias 8 e 15 de junho, o Grande Ringue foi palco do
Espetáculo Equestre “O Cavalo na História”, que foi especialmente
preparado para esta edição da FNA, e que retrata a evolução do cavalo ao longo
os tempos na vida civil, no campo, na guerra e no toureio.

Gastronomia

Os visitantes
da Feira Nacional de Agricultura puderam saborear os melhores produtos portugueses
ao longo de nove dias. Diversos restaurantes de carnes de raças autóctones e
tasquinhas regionais promovidas por associações e coletividades do concelho de
Santarém também participaram na feira e o evento contou ainda com a
participação de expositores que irão colocar à disposição do público queijos,
enchidos, doces tradicionais, entre outros.

FNA 19 – um evento amigo do ambiente

Durante os
nove dias de feira, o compromisso com o meio – ambiente e a reciclagem
estiveram sempre em primeiro plano.  Com
o objetivo de reduzir a pegada ecológica e o consumo de plástico, a FNA 19
apostou em copos reutilizáveis por 1 € apenas (sem retorno), medida que
permitiu uma redução do plástico no evento. Continuando a colaboração de anos
anteriores, a Feira Nacional de Agricultura e a Resitejo instalaram no recinto
várias baterias para a reciclagem de Papel, Vidro, Plásticos e Embalagens de
Metal.

Melhoria de condições para expositores e visitantes

Prosseguindo
a politica de anos anteriores, a Feira apostou, uma vez mais, na melhoria de
condições para visitantes e expositores com a colocação de mais “zonas de
sombreamento” na zona exterior de exposição.

Dia do Município de Santarém

O dia 13 de
junho, quinta-feira, foi dedicado ao Município de Santarém que promoveu várias
atividades ao longo do dia na Feira Nacional de Agricultura.

Numa
colaboração com a organização do certame, a autarquia ofereceu convites a todos
os que residem ou trabalham no concelho de Santarém e a resposta dos
scalabitanos foi inequívoca no interesse em visitar a feira o que se notou ao
longo do dia registando-se uma assinalável moldura humana.

Para celebrar
este dia, o Município de Santarém desenvolveu um vasto conjunto de iniciativas
de animação para todas as faixas etárias. Os munícipes tiveram oportunidade de
assistir a um vasto programa de animação como conhecer as atividades
desenvolvidas pelo Clube de Canoagem Scalabitano, ouvir a Tocata de Cavaquinhos
da UTIS – Universidade da Terceira Idade de Santarém , o Grupo Coral da Santa
Casa da Misericórdia de Pernes ou assistir a Danças de Salão a cargo da
Associação de Dança Desportiva de Tremês.

As Tunas do
IPS “Académica _ Arriba-Ó-Tunapikas”, “Scalabituna”,
“Tufes”, “Tages” e “IssóTuna” mostraram os seus
dotes musicais e a animação musical popular esteve a cargo da “Bandinha da
Moca”, “Ruído à Portuguesa” e “Camisas Negras”.  As danças e os cantares mais tradicionais
também estiveram em foco com o Rancho Folclórico de Abitureiras.

A par destas
iniciativas, o Município de Santarém disponibilizou transporte e almoço para
que todas as crianças das escolas do Concelho pudessem visitar a FNA 19.

Dia do Município de Almeirim

Um dia antes,
12 de junho, o dia foi dedicado ao Município de Almeirim que este ano  também teve uma participação mais ativa na
Feira através de várias iniciativas relacionadas com o concelho de Almeirim.

Animação

Durante a
Feira realizaram-se vários concertos: José Cid, Capitão Fausto, Conan Osíris,
Mariza, David Antunes e convidados Samantha Fox e Toy. Além destes espetáculos,
os visitantes usufruiram de espaços dedicados a iniciativas da região como
largadas de toiros, desfiles e provas de campinos, atividades equestres,
demonstrações de escolas de toureio, treino de forcados, provas de velocidade,
perícia e condução de cabrestos, exibições de folclore e música tradicional e
popular.

Corridas de Toiros

Em paralelo
com a Feira Nacional de Agricultura, foram organizadas duas Corridas de Toiros
pela Associação “Praça Maior”, iniciativas apoiadas pelo CNEMA e pela
Feira Nacional de Agricultura.

Transportes

A Feira
Nacional de Agricultura e a CP estabeleceram para este evento uma parceria que
permitiu aos visitantes do certame viajar de comboio com bilhetes mais baratos
e tal como em anos anteriores, a Feira Nacional de Agricultura, em colaboração
com a Rodoviária do Tejo, irá colocou ao serviço dos visitantes do evento um
serviço de autocarro gratuito.

TV Feira Nacional de Agricultura

Na edição de 2019, a Feira Nacional de Agricultura contou com um serviço de Web TV que permitiu o acompanhamento das atividades que decorreram durante o  certame, dando visibilidade aos expositores e parceiros do evento, além de aproveitar o dinamismo das novas tecnologias.

Feira Nacional de Agricultura na Rede

Com o intuito
de promover a feira de uma forma mais direta a FNA 19 voltou a contar com a
“APP Feira Nacional de Agricultura”, disponível para os sistemas IOS
(Iphone e Ipad), Android, além do site www.feiranacionalagricultura.pt. O
objetivo foi ter toda a informação inerente ao evento mais próxima do público.

Apoios FNA 19

A Feira
Nacional de Agricultura contou com o apoio de várias marcas, empresas e
instituições que contribuiram para a realização do certame ao estarem presentes
através de uma presença institucional, organização de visitas, promoção de
seminários e colóquios, encontros corporativos, reuniões de trabalho, convites
a clientes, entre outras ações.

Comente este artigo

O artigo 56ª Feira Nacional de Agricultura/66ª Feira do Ribatejo: O Orgulho do Ribatejo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior Costa com temas ambientais no debate quinzenal
Próximo Continente reforça promoção do Rum Agrícola da Madeira

Artigos relacionados

Internacional

Can the gene editing technology known as CRISPR help reduce biodiversity loss worldwide?

Though scientists are optimistic that CRISPR could help, they also emphasize caution and community engagement in order to get it right. […]

Últimas

Novidade: Deixe-nos a sua opinião!

A nova funcionalidade no Agroportal já permite ter um espaço reservado a comentários, em simultâneo no site e no facebook. Comente as notícias em qualquer uma das duas plataformas e deixe-nos a sua opinião. […]

Últimas

Fórum Combate ao Desperdício Alimentar – 16 de outubro – Portimão

O Banco Alimentar Contra a Fome em parceria com o Município de Portimão, vão promover o Fórum […]