5.º Relatório Provisório de Incêndios Rurais: 1 de janeiro a 31 de agosto

5.º Relatório Provisório de Incêndios Rurais: 1 de janeiro a 31 de agosto

[Fonte: ICNF] A base de dados nacional de incêndios rurais regista, no período compreendido entre 1 de janeiro e 31 de agosto de 2019, um total de 8082 incêndios rurais que resultaram em 28552 hectares de área ardida, entre povoamentos (14553 ha), matos (10249 ha) e agricultura (3750 ha).

Comparando os valores do ano de 2019 com o histórico dos 10 anos anteriores, assinala-se que se registaram menos 46% de incêndios rurais e menos 69% de área ardida relativamente à média anual do período (quadro 1). O ano de 2019 apresenta, até ao dia 31 de agosto, o 2.º valor mais reduzido em número de incêndios e o 2.º valor mais reduzido de área ardida, desde 2009.

→ Relatório Provisório de Incêndios Rurais ←

Comente este artigo
Anterior Mais de cem bombeiros combatem fogo no concelho de Valpaços
Próximo COMA entrega hoje em Évora certificados aos novos operadores de máquinas agrícolas

Artigos relacionados

Comunicados

Parlamento Europeu fixa meta de 32% para as energias renováveis até 2030

APREN destaca medida como um passo decisivo para tornar a europa líder no setor
O Parlamento Europeu aprovou esta terça-feira em Estrasburgo a nova Diretiva das Energias Renováveis (RED II), que estabelece uma meta de 32% de energia proveniente de fontes renováveis na União Europeia para 2030. […]

Nacional

GNR multa Instituto de Conservação da Natureza por não limpar Mata de Leiria

[Fonte: Rádio Renascença]
Pela primeira vez, a GNR multou o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) por falta de limpeza, no caso por não ter limpado a Mata Nacional de Leiria dentro do prazo definido para a limpeza de terrenos no âmbito dos esforços de prevenção de incêndios. […]

Comunicados

Congresso GS1 Portugal: transformação digital potencia oportunidades globais

O Congresso GS1 Portugal apontou novas realidades de integração em contexto digital, trazendo a Portugal o exemplo do gigante do comércio eletrónico Alibaba. A intervenção fez parte de um evento que juntou em debate gestores, decisores políticos e convidados internacionais para abordar a “Indústria 4.0” e o papel do consumidor no centro das redes de valor colaborativas e da digitalização da economia. […]