2ª conferência: Gestão Florestal, Território e Riscos Naturais

2ª conferência: Gestão Florestal, Território e Riscos Naturais

«Montados, Sobreirais e Azinhais» são os protagonistas da 2ª conferência do ciclo sobre Gestão Florestal, Território e Riscos Naturais que a CAP, Confederação dos Agricultores de Portugal, tem vindo organizar, iniciativa esta a que o Presidente da República se associa com a sua presença em Grândola.

Esta 2ª Conferência vai procurar contribuir para uma melhor compreensão pública da relevância dos sistemas de produção florestais mediterrânicos e dos desafios que se colocam na sua gestão, num contexto de rápida mudança do clima, drásticas alterações do uso do território rural, da sua população e das condições sociais e económicas em que a gestão da floresta ocorre.

O evento terá lugar no Cine-Granadeiro Auditório Municipal da cidade de Grândola, no dia 17 de Abril, pelas 10h30.

O Município de Grândola, a Associação dos Agricultores de Grândola e o PEFC Portugal (Programa para o Reconhecimento da Certificação Florestal) associam-se no apoio evento.

PROGRAMA

 10h30:

Abertura, Presidente da Câmara Municipal de Grândola, António Figueira Mendes

 10h45:

“O montado de sobro em Portugal: Presente e Futuro”,Conceição Santos Silva, UNAC – União da Floresta Mediterrânica

“Uma nova geração de plantações para o montado”Luís Neves Silva, WWF

“Produtividade dos montados em Portugal no período 1984–2017”Joana Amaral Paulo, Instituto Superior de Agronomia

12h15 – INTERVALO PARA ALMOÇO

14h00:

“Adaptação do Montado às Alterações Climáticas”André Vizinho, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências

“Da Serra de Grândola à Serra do Cercal – padrões de incêndios rurais”Rui Almeida, ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas

“A sustentabilidade do montado de sobro – o caso da Companhia dasLezírias”, Rui Alves, Companhia das Lezírias

15h30 – Conclusão

“Sistemas agroflorestais mediterrânicos-uma solução transversal”António Gonçalves Ferreira, Confederação dos Agricultores de Portugal

15h45 – Encerramento por S. Ex.ª, o Presidente da República

CONDUÇÃO E MODERAÇÃO:

António Rocha e Luís Dias, Associação de Agricultores de Grândola e António Gonçalves Ferreira, Confederação dos Agricultores de Portugal

INSCRIÇÃO: gratuita mas obrigatória em www.cap.pt

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Aicep usa inteligência artificial para ajudar empresas portuguesas a exportar mais
Próximo Visita ao Centro de Experimentação Agrária de Tavira - 18 de abril

Artigos relacionados

Nacional

Dias de campo Terrapro demonstram vantagens da agricultura de precisão

A agricultura de precisão está a ajudar os agricultores portugueses a produzir alimentos mais seguros e com menor impacto no meio ambiente, […]

Nacional

Biólogos recuperam habitats naturais nas Berlengas

Uma equipa de biólogos esteve a remover espécies invasoras e a instalar ninhos artificiais na Reserva Natural das Berlengas nos últimos cinco anos para, […]

Últimas

Fungicidas com imazalil proibidos na pós-colheita em maçã, pêra e banana

Os fungicidas com a substância activa imazalil são utilizados principalmente na pós-colheita de citrinos. Mas também noutras culturas. A Comissão Europeia identificou usos que podem conduzir a risco para o consumidor e decidiu proibir a utilização de fitofármacos com aquela substância em tratamentos pós-colheita em maçã, […]