250 milhões de euros disponíveis para o fomento nas escolas de uma alimentação saudável das crianças europeias

250 milhões de euros disponíveis para o fomento nas escolas de uma alimentação saudável das crianças europeias

[Fonte: Comissão Europeira]

Foram hoje adotadas as dotações orçamentais por Estado‑Membro para o regime da UE de distribuição de leite, fruta e produtos hortícolas nas escolas, referentes ao ano letivo de 2019/2020. Reservaram-se 145 milhões de euros para fruta e produtos hortícolas e 105 milhões de euros para leite e produtos lácteos. A bem de uma alimentação saudável, completam o programa de distribuição medidas educativas destinadas a ensinar às crianças o que é a agricultura.

Nas palavras de Phil Hogan, comissário responsável pela Agricultura e pelo Desenvolvimento Rural: Graças ao regime da UE de distribuição nas escolas, os nossos jovens tiram partido dos géneros nutritivos, seguros e de alta qualidade que os nossos agricultores produzem e ficam a conhecer o modo como esses produtos são obtidos. A Comissão orgulha-se de contribuir para esta importante tarefa educativa, que visa criar hábitos saudáveis desde cedo.

A Comissão também publicou hoje um relatório de avaliação segundo o qual, no ano letivo de 2017/2018, participaram neste regime cerca de 159 000 escolas. Neste período, os mais de 182 milhões de euros do orçamento da UE afetos ao regime permitiram distribuir às crianças europeias 255 500 toneladas de fruta e produtos hortícolas frescos e 178 milhões de litros de leite.

Contexto

Os países que pretendam participar no regime da UE de distribuição nas escolas devem apresentar um pedido de apoio à Comissão até ao final de janeiro. A dotação indicativa do orçamento da UE para cada Estado-Membro baseia-se no número de alunos de cada país e, no caso do leite, nas quantidades absorvidas no regime anterior. As autoridades nacionais podem transferir uma parte (20 % a 25 %) da dotação orçamental de um setor para o outro. Podem ainda comunicar a vontade de gastarem mais do que a ajuda solicitada, para a eventualidade de outros Estados‑Membros não absorverem a totalidade da dotação que lhes coube.

Os Estados-Membros podem ainda decidir os aspetos concretos da execução do regime, designadamente que produtos agrícolas serão oferecidos às crianças e quais os temas das medidas formativas que serão tomadas junto das crianças. Acresce a possibilidade de completarem o financiamento do regime por parte da UE com recursos financeiros nacionais.

A escolha dos produtos a distribuir assenta em considerações ambientais e de saúde, bem como na sazonalidade, na variedade e na disponibilidade dos produtos. Os Estados-Membros podem incentivar a aquisição de produtos locais ou regionais, produtos biológicos, circuitos de abastecimento curtos, benefícios ambientais e regimes de qualidade agrícolas.

Mais informações

Relatórios de acompanhamento dos Estados-Membros sobre o regime da UE de distribuição de fruta e produtos hortícolas nas escolas em 2017-2018

Regime da UE de distribuição de fruta e produtos hortícolas e de leite nas escolas

Regime da UE de distribuição de fruta, produtos hortícolas e leite nas escolas: orçamento da UE para o ano letivo de 2019/2020.

Estado-Membro

Distribuição de fruta e produtos hortícolas nas escolas

EUR

Distribuição de leite nas escolas

EUR

Bélgica

3 405 459

1 613 200

Bulgária

2 592 914

1 156 473

República Checa

3 974 570

1 832 711

Dinamarca

1 807 661

1 460 645

Alemanha

24 899 150

10 821 840

Estónia

549 208

730 298

Irlanda

2 266 887

1 039 137

Grécia

3 218 885

1 550 685

Espanha

16 498 394

6 302 784

França

17 990 469

17 123 194

Croácia

1 660 486

800 354

Itália

20 811 379

9 120 871

Chipre

390 044

400 177

Letónia

782 082

740 753

Lituânia

1 100 497

1 086 853

Luxemburgo

336 518

200 000

Hungria

3 730 788

1 947 865

Malta

290 000

201 358

Países Baixos

6 775 648

2 401 061

Áustria

2 834 481

1 263 019

Polónia

14 579 625

11 005 606

Portugal

3 283 397

2 220 981

Roménia

6 866 848

10 815 474

Eslovénia

708 635

362 276

Eslováquia

2 115 888

1 011 357

Finlândia

1 599 047

3 824 689

Suécia

0

8 998 717

Reino Unido

0

4 898 661

Total

145 068 962

104 931 038

Comente este artigo

O artigo 250 milhões de euros disponíveis para o fomento nas escolas de uma alimentação saudável das crianças europeias foi publicado originalmente em Comissão Europeira.

Anterior Pagamentos da União Europeia no Portugal 2020 são os mais baixos de sempre
Próximo Conferência e Fórum sobre Bio-Regiões

Artigos relacionados

Comunicados

Borrego Leonor & Irmão celebra 50 anos ao serviço da agricultura

Borrego Leonor & Irmão celebra 50 anos ao serviço da agricultura A Borrego Leonor & Irmão S.A. comemorou o 50º aniversário num almoço convívio que reuniu cerca de 800 convidados no CNEMA, […]

Notícias cadeia alimentar

Tetra Pak aposta em Fábrica do Futuro e em Embalagens Conectadas

A Tetra Pak anunciou a aposta em soluções de produção
industrial inovadoras que incluem a criação da “fábrica do futuro”, recorrendo
à utilização da Inteligência Artificial, […]

Comunicados

OVIBEJA: 35 anos a fazer história no Alentejo

A OVIBEJA está a receber todo o Alentejo deste mundo e as mais destacadas personalidades da vida pública do país, até ao próximo dia 1 de maio. […]