ZF Aftermarket – a trabalhar hoje nos serviços de tecnologia agrícola do amanhã

ZF Aftermarket – a trabalhar hoje nos serviços de tecnologia agrícola do amanhã

Na principal feira comercial de máquinas agrícolas do mundo que está a decorrer em Hanover, na Alemanha – Agritechnica 2019 – a  ZF Aftermarket apresenta a sua gama de serviços de futuro para veículos fora-da-estrada e mostra como o aumento da digitalização destes equipamentos abre inúmeras possibilidades para um serviço ainda melhor. A ZF Aftermarket já apoia clientes para além do clássico negócio da oficina e das peças de substituição com serviços que fazem uso inteligente do progresso tecnológico.

A ZF Aftermarket já trabalha em serviços que ligam ferramentas estabelecidas com novos desenvolvimentos digitais e, como tal, diz a empresa que “o serviço futuro das empresas será mais abrangente, mas menos dependente do local ou do tempo”. Com soluções em rede baseadas em nuvem, os especialistas da ZF podem ser encontrados em qualquer lugar do mundo para uma rápida resolução de problemas. Explica a empresa em comunicado que tudo isto é baseado num volume crescente de dados fornecidos pelos próprios veículos. Essa riqueza de dados permite que os utilizadores, fabricantes e fornecedores de serviços operem de forma mais estratégica; por exemplo, ao planear serviços ou automatizar processos, como na gestão de frotas.

Gestão de frota ideal através da Openmatics

Otimizar a gestão das atividades e o controlo de processos é especialmente importante nas propriedades agrícolas maiores com um grande número de máquinas. Para isso, a ZF colocou em rede, na nuvem, a sua plataforma de telemática Openmatics. O hardware telemático oferecido neste contexto é genérico e atualizável, o que permite a gestão, monitorização, uso e atribuição de frotas de máquinas. Como exemplo, de uma forma simples e rápida, os gestores das frotas podem gerar registos de tarefas e documentos de faturação.

Ajuda rápida, digital e independente da localização

A ZF Aftermarket também está a trabalhar numa solução inteligente para a documentação: o portal Tech Docu 4.0.. Aqui estão todas as informações técnicas relevantes necessárias para um serviço numa forma digital estruturada – a qualquer hora, em qualquer lugar. O Tech Docu 4.0 oferece ainda, de forma clara e concisa, um acesso específico por utilizador, uma pesquisa de texto rápida, filtros de pesquisa intuitivos e conteúdos constantemente atualizados.

O comunicado esclarece ainda que , se um técnico de serviço no local precisar de apoio individual, a ZF Aftermarket já oferece suporte remoto via vídeo. Usando a videoconferência, os técnicos podem contactar com engenheiros de serviço, que dão apoio na resolução de problemas técnicos – em tempo real e sem a necessidade de viagens dispendiosas e demoradas. O uso de uma câmara e ligação via Skype garante suporte eficaz em quase qualquer lugar do mundo, a qualquer momento.

Diagnósticos inteligentes e monitorização de condições por períodos longos

A ZF Aftermarket também apresenta uma solução digital para identificar as razões de falhas ou erros que ocorrem esporadicamente e não podem ser reproduzidas na oficina. Trata-se de um dispositivo de registo de dados que monitoriza o veículo, em utilização diária, por um longo período de tempo. Regista dados relevantes para a avaliação subsequente e análise de causas. Isto evita tempos de inatividade desnecessários e inspeções longas na oficina, argumenta a ZF Aftermarket.

Com ferramentas de análise inteligentes, como a Monitorização de Condições e a Manutenção Preditiva, os operadores de frota na nuvem também podem monitorizar a condição de componentes individuais importantes, como o óleo de transmissão ou os discos de embraiagem. “Como resultado, a manutenção pode ser planeada de forma preditiva, o tempo de inatividade do veículo pode ser reduzido e as falhas evitadas. Isto reduz os custos e estende a vida útil dos componentes do sistema propulsor. A monitorização de condições também pode ser usada para otimizar o comportamento de condução, a fim de minimizar o desgaste e o consumo”.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Crise energética mantém-se apenas na gasolina
Próximo Investigador da UTAD lança o alerta para nova ameaça ao castanheiro

Artigos relacionados

Nacional

Estratégica de Valorização para a Carne dos Açores quer duplicar volume de negócios até 2030

A Estratégica de Valorização para a Carne dos Açores foi já apresentada aos produtores. Isto apesar do “desempenho do sector da carne nos Açores ser muito positivo”. […]

Nacional

Como comer sem destruir o ambiente

Os cidadãos de todo o mundo estão a questionar até que ponto as decisões individuais têm impacto na sobrevivência futura do planeta. […]

Dossiers

Director Geral do FSC Internacional abordou os desafios dos tempos que vivemos

“Como muitas organizações em todo o mundo, o FSC Internacional realizou a sua primeira reunião virtual há alguns dias (…) Somos gratos pelos avanços […]