Xylella já está presente em trinta municípios espanhóis e afeta três novas espécies

Xylella já está presente em trinta municípios espanhóis e afeta três novas espécies

Segundo adianta a publicação Phytoma, os resultados das pesquisas realizadas desde a última atualização da presença de Xylella em Espanha na Comunidade Valenciana, confirmam 181 novos positivos em trinta municípios, todos, exceto Finestrat, já incluídos na área demarcada, que é expandida em 3% e já cobre 138.680 ha.

Dos 181 novos positivos, 142 correspondem a amendoeiras; 17, para Calicotome spinosa; seis, para Rhamnus alaternus; quatro, para Helichrysum italicum; três, para Polygala myrtifolia; dois, para Rosmarinus officinalis; e um, para Phagnalon saxatile.

Além disso, foram identificadas três novas espécies hospedeiras na Comunidade: Lavandula latifolia (positiva em Facheca), Lavandula dentata (positiva em Xalò) e Helichrysum stoechas (três positivas em Tárbena). Todas as plantas infectadas estavam nas proximidades das parcelas de amêndoa afetadas.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Portugal “consome mais água do que deve”, alerta a WWF
Próximo Fungicidas com imazalil proibidos na pós-colheita em maçã, pêra e banana

Artigos relacionados

Nacional

Todo o potencial da cultura da Stevia

Mais doce que o açúcar, e sem calorias, a Stevia começa a ser alvo de um interesse cada vez maior por parte dos consumidores e, […]

Nacional

Uma “palhaçada”: o grupo de especialistas que o Ministério do Ambiente criou e depois ignorou

Bastonário da Ordem dos veterinários ameaça sair do grupo de trabalho sobre o bem-estar animal, criado pelo Governo há menos de dois meses e que não devia servir para “manobras políticas”, […]

Últimas

Portugal já pode exportar pêra e maçã para a Indonésia

Os produtores nacionais de pêras e maçãs podem, a partir de agora, exportar para a Indonésia.
Trata-se de um importante mercado, com um potencial de 260 milhões de consumidores, […]