Vidrado, vitrescência ou mancha oleosa das Maçãs

Vidrado, vitrescência ou mancha oleosa das Maçãs

É um acidente fisiológico que ocorre nas maçãs durante a maturação e caracteriza-se pela presença de manchas aquosas no córtex (polpa), com aspeto translúcido.

Se as manchas forem ligeiras, podem desaparecer durante o armazenamento nas câmaras frigoríficas. Nos casos em que o vidrado é acentuado, ocorrerá o acastanhamento e apodrecimento interno do fruto. Este acidente fisiológico torna o fruto mais suscetível à degradação nas câmaras de conservação.

Como fatores favoráveis ao aparecimento do vidrado da maçã, salientam-se: 1) Vigorexcessivo das árvores; 2) Rega ou precipitação abundante; 3) Temperaturas elevadas na fase final da maturação; 4) Poda severa (em verde) antes do amadurecimento; 5) Colheita tardia; 6) Sensibilidade varietal; 7) Idade da árvore.

Fruteiras jovens com maçãs de grande calibre tendem a desenvolver mais frequentemente este acidente fisiológico, que macieiras mais velhas. Quanto à sensibilidade varietal referem-se, por exemplo, Red Delicious, Granny Smith e Fuji como mais sensíveis.

Prevenção

Não há tratamento para o fruto que já apresente “vidrado”. O controlo é feito de modo preventivo, com fertilizações equilibradas,orientadas pela análise de terra -> antecipando a colheita -> efetuando aplicações foliares com cloreto de cálcio (0,6% CaCl), (4 aplicações quinzenais), nas árvores que se sabe terem este problema.

O artigo foi publicado originalmente na Circular n.º 15 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho.

Comente este artigo
Anterior Avisos Agrícolas 10/07/2020: Kiwi, Macieira, Nogueira, Batateira, Tomateiro, Buxo e Azevinho
Próximo Presidente da República promulga diploma que estabelece regime jurídico para sapadores florestais

Artigos relacionados

Nacional

Conferência em Proteção Integrada na Vinha

A Conferência do Grupo de Trabalho IOBC / WPRS, vai  realizar-se em Vila Real, de 5 a 8 de novembro de 2019. […]

Nacional

Carsol Fruit investe 54 M€ na produção biológica de mirtilos em Alcácer do Sal

A Carsol Fruit Portugal, empresa detida em partes iguais pela família de Filipe de Botton e pela família Carrasco (Chile), vai investir um total de 54 milhões de euros em Alcácer do Sal. […]

Nacional

Regadio em Alqueva: o milagre da multiplicação das oliveiras

A grande reserva de água deu origem ao regadio de grandes extensões de olival em sebe ou em copa que já asseguram 70% da produção nacional de azeite. […]