Vantagens da pecuária extensiva na criação animal

Vantagens da pecuária extensiva na criação animal

O que é a pecuária extensiva?

A pecuária extensiva refere-se à criação de gado, ovino, caprino ou bovino em áreas extensas, sendo que o gado pasta livre nessa extensão.

Este tipo de agropecuária é normalmente aplicado à criação de animais para produção de carne, mas devido aos seus benefícios pode ser aplicado a qualquer tipo de criação.

A pecuária extensiva tem ganhos para os produtores, já que requer menos investimento em pessoal e alimento, e para os animais que veem os seus níveis de bem-estar aumentarem drasticamente quando comparada com a pecuária intensiva.

Vantagens da pecuária extensiva:

  • Sustenta um sistema agroflorestal chamado montado, onde a biodiversidade é muito elevada e o sequestro do carbono é superior às emissões
  • Potencia a qualidade dos produtos provenientes dos animais, como a carne e o leite
  • Requer menos investimento
  • Pode contribuir para o combate à desflorestação

A pecuária extensiva é uma forma de criar animais em conexão com a natureza, permitindo que as manadas pastem pelos campos como lhes seria natural. Através dessa ação o produtor consegue poupar em custos de alimentação, já que grande parte do alimento é retirado do pasto. Consegue também diminuir os custos com pessoal, pois a pecuária intensiva exige vigilância permanente ao contrário da pecuária extensiva em que os bovinos, ovinos ou caprinos podem pastar livres e com a devida segurança.

Como aplicar o método de pecuária extensiva?

Aliando ao método de Maneio Holístico é possível, não só reduzir os custos de criação de gado, como também combater a desertificação. Esta metodologia pode ser a solução para reverter a desertificação do solo e ter pastos verdejantes e férteis.

Como a pecuária extensiva permite que o gado circule livremente por extensas áreas de terreno é importante garantir que os animais têm sempre acesso a água fresca potável e sombra.

Apesar deste tipo de pecuária garantir alimento natural aos animais através do pasto, é também importante perceber se os animais estão a receber a dose de nutrientes que necessitam e em caso de não estarem é importante apostar em suplementação.

A pecuária extensiva permite redução de custos e melhores condições de bem-estar animal, mas não significa maior descuido por parte dos criadores. Contínua a ser importante seguir os animais de perto, dar os cuidados veterinários apropriados, manter as condições de bem-estar e sanidade e garantir que a alimentação dos animais está ajustada à sua fase de crescimento. Estas diretrizes ajustam-se tanto à pecuária extensiva como à intensiva.

Apostar em pecuária extensiva exige maior área de pasto, contudo, esse investimento, quando comparado com o investimento em pecuária intensiva, é muito reduzido tendo em conta a qualidade do produto final e os recursos poupados ao longo dos anos.

No Monte do Pasto, apostamos na criação ao ar livre, o que traz maior liberdade aos nossos bovinos e se reverte numa carne de alta qualidade para os nossos clientes.

O artigo foi publicado originalmente em Monte do Pasto.

Comente este artigo
Anterior 5 Questões sobre a Batata Portuguesa
Próximo Reciclagem do lixo orgânico é a nova prioridade no Grande Porto

Artigos relacionados

Nacional

Vendas da Adega de Ponte da Barca/Arcos de Valdevez crescem 20% em 2020

As vendas da Adega Cooperativa de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo, cresceram 20% em 2020, face ao ano anterior, impulsionadas pela exportação […]

Nacional

Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito celebra 60 anos

Dia 27 de Maio, a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito celebra o seu 60.º aniversário. […]

Dossiers

Rede Rural Nacional publica Newsletter RRN October 2021

A Rede Rural Nacional publicou a sua primeira Newsletter RRN October 2021 – Rural Report Newsletter of the Portuguese Rural Network. Com esta nova publicação […]