Valorfito aumenta níveis de recolha em 2020: Sistema elogia o sector agrícola

Valorfito aumenta níveis de recolha em 2020: Sistema elogia o sector agrícola

O Valorfito, designação pelo qual é conhecido o Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura, acaba de anunciar os resultados preliminares de recolha de Produtos Fitofarmacêuticos, Sementes e Biocidas no ano 2020 e que apontam para um crescimento de 28% face ao total de embalagens recolhidas em 2019, com um total de 479 toneladas de embalagens recolhidas.

Os resultados finais serão divulgados pelo Valorfito no mês de Março, mas perante o momento difícil que o país atravessa devido à crise pandémica, com péssimos resultados conhecidos todos os dias, a que os agricultores e suas famílias não são, naturalmente, alheios, António Lopes Dias, diretor-geral da Valorfito,  afirmou que «estes resultados são, se ainda era preciso, o sinal da resiliência de todo o sector agrícola e dos agricultores em particular, que apesar de um ano extremamente desafiante como o de 2020 não pararam, conseguiram manter a sua atividade e produções para que não houvesse quebras nas cadeias de abastecimento alimentar e ainda manter a consciência ambiental de contribuir para a recolha de embalagens usadas”.

O gestor afirmou ainda que “este excelente resultado irá certamente provocar uma subida na taxa de retoma dos resíduos de embalagens e permitir uma maior proximidade ao objetivo antecipadamente definido para o ano 2021”, concluindo que “os resultados atingidos muito se devem ao trabalho da gerência e equipa do VALORFITO e, sobretudo, ao empenho de todos os intervenientes no sector, nomeadamente os agricultores e os pontos de retoma.”

Recorde-se que no ano 2020, perante as dificuldades encontradas a partir do mês de Março, o esforço do Valorfito se adensou no sentido de garantir que todas as recolhas de embalagens usadas no sector agrícola eram efetuadas, através da contratação de um operador adicional de gestão de resíduos nacionais, garantido o apoio a todo o sector.

Portugal reduz 43% uso de fitofármacos entre 2011 e 2018

Comente este artigo
Anterior Madeira: sindicato acusa Governo de deturpar a realidade sobre carreira dos vigilantes da natureza
Próximo Live: Webinars para o futuro: Agricultura, Agro-indústria e Florestas 2030

Artigos relacionados

Últimas

Webinar: Congresso Nacional dos Recursos Silvestres – “Do Laboratório ao Mercado: Casos de Sucesso” – 29 de junho

Do laboratório ao mercado, será o mote do Congresso Nacional dos Recursos Silvestres que decorrerá no dia 29 de junho, pelas 14h, em formato online. […]

Últimas

Previsão período alargado – 13 jul. a 09 ago. 2020

Precipitação total com valores abaixo do normal e temperatura média semanal com valores acima do normal […]

Nacional

Novo coronavírus leva ao abate de mais de um milhão de martas em Espanha e nos Países Baixos

Só em Espanha e nos Países Baixos já foram abatidas, por inalação de monóxido de carbono e de gás de dióxido de carbono, […]