Universidade de Évora: Efeitos da expansão do eucalipto no regime de fogo em Portugal

Universidade de Évora: Efeitos da expansão do eucalipto no regime de fogo em Portugal

[Fonte: Universidade de Évora]

“Os eucaliptos, especialmente o Eucalyptus globulus, têm sido extensivamente plantados e atualmente dominam a maioria das paisagens florestais portuguesas. Os incêndios catastróficos ocorridos recentemente em Portugal e noutros locais (por exemplo, no Chile) acentuaram o debate em torno do papel das plantações de eucalipto no regime de fogo em regiões de clima mediterrânico.

Neste estudo, os autores avaliaram o efeito das arborizações com eucalipto na área ardida, na dimensão dos incêndios e na severidade do fogo em Portugal continental. Apesar de não terem encontrado nenhuma evidência que permita suportar a questão central, a de que o regime de fogo se modificou em resultado da expansão dos povoamentos de eucalipto, os autores alertam para o efeito que o abandono destes povoamentos, especialmente após grandes incêndios, pode ter no futuro regime de fogo.” Um artigo dos investigadores Paulo Fernandes, Nuno Guiomar e Carlos Rossa.

→Consulte o artigo aqui←

Comente este artigo
Anterior GS1 Portugal - VII Seminário de Boas Práticas Colaborativas: Repensar a colaboração nas cadeias de valor - 13 março - Lisboa
Próximo Novo Banco dos Açores assina protocolo de cooperação com a Associação Agrícola de Santa Maria

Artigos relacionados

Últimas

Portugal Fresh: Seminário Internacionalização – 16 de maio – Oliveira do Bairro

[Fonte: Voz do Campo]
Organizado pela Portugal Fresh, vai ter lugar no dia 16 de maio, no Espaço Inovação de Vila Verde, Oliveira do Bairro, o Seminário internacionalização que pretende ser um momento de debate sobre experiências e estratégias para o crescimento das exportações e internacionalização de um setor que conta com um valor de produção (em 2018) de 2790 M.€ e de exportação 1502 M.€. […]

Últimas

Governo aprova quatro novas centrais de biomassa florestal num investimento de 185 ME

O Governo deu luz verde a quatro novas centrais elétricas de biomassa florestal, a instalar nos concelhos de Vila Velha de Rodão, Mangualde, Figueira da Foz e Famalicão, representando um investimento de cerca de 185 milhões de euros.

Comente este artigo

#wpdevar_comment_5 span,#wpdevar_comment_5 iframe{width:100% !important;} […]

Últimas

Svenska Skogsplantor pára de usar tratamentos químicos no pinho

[Fonte: Gazeta Rural]

Svenska Skogsplantor pára de usar tratamentos químicos no pinho
A Svenska Skogsplantor (SSP) decidiu deixar de usar pesticidas químicos contra o gorgulho do pinheiro nas plantas dos seus viveiros. Esta decisão será aplicável a todas as entregas a partir da Primavera de 2020. […]