UE dá 120 M€ em apoio aos apicultores até 2022

UE dá 120 M€ em apoio aos apicultores até 2022

[Fonte: Agricultura e Mar]

A Comissão Europeia vai disponibilizar 120 milhões de euros para apoiar o sector da apicultura, até 2022. O objectivo é apoiar o papel essencial da apicultura na agricultura e no ambiente.

Este montante representa um aumento de 12 milhões de euros em comparação com o apoio concedido para o período de 2017 a 2019.

Hogan: abelhas são de vital importância para sustentabilidade da agricultura

O Comissário Europeu responsável pela Agricultura, Phil Hogan, afirmou que “a apicultura é uma parte importante do sector agroalimentar da UE, ajudando a manter empregos nas áreas rurais. As abelhas também são de vital importância para a sustentabilidade da nossa agricultura e para ecossistemas saudáveis”.

E congratula-se com o facto de a “Política Agrícola Comum, trabalhando em sinergia com outros fundos europeus e nacionais importantes, estar agora a fornecer instrumentos mais fortes para apoiar o sector”.

De 1 de Agosto de 2019 a Julho de 2022

O apoio da UE, duplicado por contribuições dos Estados-membros, será aplicado aos programas apícolas nacionais que terão início em 1 de Agosto de 2019 e vigorará até 31 de Julho de 2022.

Estes programas são concebidos a nível nacional em cooperação com o sector, com o objectivo de melhorar as condições do sector da apicultura e da comercialização dos seus produtos.

Apoio à investigação

As medidas incluem, por exemplo, a formação dos apicultores, o apoio para iniciar um negócio apícola, a luta contra pragas que causam danos às colmeias e a investigação e medidas para melhorar a qualidade do mel.

17,5 milhões de colmeias na UE

Em 2018, a UE tinha mais de 17,5 milhões de colmeias divididas por mais de 600.000 apicultores. A apicultura é praticada em todos os Estados-membros da UE e a União Europeia é o segundo maior produtor mundial de mel.

As colónias de abelhas são essenciais para a agricultura e o meio ambiente, garantindo a reprodução das plantas pela polinização, ao mesmo tempo que contribui para o desenvolvimento das áreas rurais.

Segundo a Decisão de Execução (UE) 2019/974 da Comissão, de 12 de Junho de 2019, são aprovados os programas nacionais de produção e de comercialização de produtos da apicultura para as campanhas apícolas de 2020, 2021 e 2022 apresentados por todos os Estados-Membros, incluindo ainda o Reino Unido.

Veja aqui o montante da contribuição da União destinada aos programas apícolas nacionais para as campanhas apícolas de 2020, 2021 e 2022.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo UE dá 120 M€ em apoio aos apicultores até 2022 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Previsão de longo prazo - Previsão mensal - 24 jun. a 21 jul. 2019
Próximo Seca: Governo disponibiliza 3 milhões de euros para apoiar agricultores

Artigos relacionados

Nacional

UTAD coordena projecto para ajudar a mitigar impactos das alterações climáticas na viticultura

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Vai decorrer de 18 a 21 de Fevereiro, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Aveiro, o evento de lançamento do projecto europeu Clim4Vitis, coordenado pela UTAD. O foco do projecto é a mitigação do impacto das alterações climáticas na viticultura europeia. […]

Ofertas

Oferta de Emprego – Técnico de produção vegetal – Torres Vedras

Grupo J. Silva admite para a empresa Integra um Técnico de Produção Vegetal (M/F).

Sugeridas

Falta de investimento preocupa agricultores

[Fonte: Correio Alentejano]
O presidente da ACOS – Agricultores do Sul está preocupado com as diferentes limitações que estão a ser colocadas ao investimento no sector e com os atrasos registados na análise de candidaturas para financiamento de projectos apresentados pelas explorações agrícolas. […]