Trovoadas com granizo e chuva forte são “normais para esta época”

Trovoadas com granizo e chuva forte são “normais para esta época”

Este ano a instabilidade tem-se mantido durante mais tempo. Cientista João Santos justifica com o anticiclone dos Açores que “tem estado enfraquecido”.

As últimas semanas têm sido marcadas por trovoadas intensas, granizo abundante, chuva e vento fortes, o que tem provocado prejuízos na agricultura, sobretudo na região do Douro. Porém, é uma situação “normal para esta época do ano no interior Norte”, assegura João Santos, um dos mil cientistas climáticos mais influentes do Mundo, de acordo com um ranking da agência noticiosa Reuters.

Este ano, o período de instabilidade meteorológica parece estar a ser mais extenso, pois já vai em três semanas, mas “há algumas décadas estes episódios eram normais”. O docente e investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Vila Real, considera que “as pessoas tendem a ter memória

Continue a ler este artigo na TSF.

Comente este artigo
Anterior Ministra da Agricultura anuncia Pagamentos ligados para os Cereais na 44ª AG do Clube Português dos Cereais de Qualidade
Próximo Sabugal tem projeto de vigilância de trilhos BTT que inclui prevenção de incêndios

Artigos relacionados

Comunicados

Nova PAC é negativa para a Agricultura Familiar, para a pequena e média Agricultura e para a Soberania Alimentar do País

Considerada como um dos grandes objectivos da Presidência Portuguesa da União Europeia, a ambição da conclusão das negociações da reforma da Política Agrícola Comum (PAC) resulta […]

Últimas

A 12 anos de uma potencial catástrofe climática – como recuar da beira do precipício?

A temperatura média subiu 1°C desde a década de 1850, mas esse valor pode acelerar rapidamente para 1,5°C nos próximos 12 anos, […]

Nacional

População contra instalação de suinicultura junto à aldeia do Lousal em Grândola

A população da aldeia mineira do Lousal, no concelho de Grândola (Setúbal) está contra a instalação de uma suinicultura intensiva em terrenos próximos da povoação, estando a decorrer um abaixo-assinado para travar o processo. […]