Trigger.Systems assina com a Portugal Ventures

Trigger.Systems assina com a Portugal Ventures

A Trigger.Systems é uma startup sediada no Fundão que se dedica à criação de diversas soluções baseadas em IoT (Internet of Things) para vários sistemas aplicados à agricultura e ao ambiente. Foi fundada em 2016, pelo atual CEO da empresa, Francisco Manso, Sara Gonçalves (COO) e Márcio Martins (CTO).

A plataforma Trigger.Systems permite aceder, acionar, ler e programar remotamente e em tempo real todo o tipo de dispositivos. A Trigger está focada no desenvolvimento e aplicação de modelos de inteligência que permitem controlar sistemas automaticamente. No caso da rega, esta pode ser decidida diariamente pelo sistema de forma eficiente e automática. Trata-se de uma plataforma de gestão full-stack que facilita tomada de decisão em sistemas de rega, bombagem, lagos, fertilização, pessoal e equipamentos.

Este sistema muito simples e poderoso permite que, remotamente, consumidores e empresas acabem com o desperdício de milhares de litros de água, acedendo e gerindo, em tempo real, diversos tipos de dispositivos. Desta forma, contribuem para a sustentabilidade do planeta, resultando, simultaneamente, numa poupança avultada na conta da água, que ronda os 45%. Atualmente, com perto de 2000 dispositivos controlados pela plataforma, a startup tem como principal foco a otimização do consumo de água e de energia de uma forma eficiente e sustentável.

A solução também aposta na eficiência energética de edifícios, controlo de fontes e iluminação pública, leitura de contadores, instalações artísticas integradas e outros. Esta solução está totalmente disponível na Cloud (WEB) e adaptada para smartphones e tablets.

O contrato formalizado recentemente entre a Trigger.Systems e a Portugal Ventures, a maior Sociedade de Capital de Risco em Portugal, vai permitir um elevado aumento de capital e expandir o negócio para outros países. A política da Portugal Ventures passa pelo investimento em projetos inovadores de base científica e tecnológica com uma qualidade excecional e por isso, para a Trigger.Systems, trata-se do reconhecimento público da qualidade e importância dos softwares desenvolvidos até agora, apoiando assim a melhoria e continuação do desenvolvimento de novos sistemas de forma constante.

A Trigger.Systems assegura que muito ainda está para acontecer. 

Comente este artigo
Anterior Field scale GM wheat trials get the green light
Próximo High lamb numbers keep pressure on prices

Artigos relacionados

Sugeridas

Quercus lamenta “total laxismo” das autoridades em política florestal

A associação ambientalista Quercus lamentou hoje o “total laxismo” das autoridades em relação à política florestal e considerou que são precisas tragédias como o incêndio de Pedrógão Grande para que os políticos se lembrem disso.
“O Governo promete uma reforma florestal e a revogação da chamada lei do eucalipto e continua na mesma, […]

Últimas

Maior parte das verbas para prevenção de fogos foram para os bombeiros

[Fonte: ECO]

Cerca de 70% das verbas alocadas à “redução de incêndios florestais” foi canalizada para a compra de veículos de combate e para obras nos quartéis de bombeiros.

Dos 56 milhões de euros alocados para o Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR), […]

Nacional

“Mudanças na floresta? Só quando o Terreiro do Paço arder”

[Fonte: Rádio Renascença]

Num momento em que a floresta portuguesa passa por uma das maiores crises de sempre, a Renascença foi à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) conversar com alunos e professores de Engenharia Florestal para tentar perceber até […]