Tribunal de Contas deu visto aos meios aéreos de combate a incêndios

Tribunal de Contas deu visto aos meios aéreos de combate a incêndios

O Tribunal de Contas (TdC) já despachou favoravelmente os contratos de disponibilização e locação dos meios aéreos de combate aos incêndios florestais submetidos à sua fiscalização prévias em 15 de Maio passado, apurou o PÚBLICO. Esta decisão quanto aos meios que constituem os meios aéreos do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais –DECIR de 2019 a 2020 foi tomada na tarde desta quinta-feira.

O visto refere-se a dois concursos, o B3 de helicópteros e o de 35 meios aéreos, este último envolvendo aviões pesados, helicópteros ligeiros e uma aeronave de coordenação, que foi celebrado entre o Estado e as sociedades Helibravo, CCB e Heliportugal.

Assim, no TdC actualmente não existem vistos pendentes em relação a meios aéreos de combate a incêndios, embora seja aguardada a chegada dos contratos de ajuste directo. Até ao meio da manhã desta sexta-feira ainda não tinham dado entrada no Tribunal, o que, contudo, não impossibilita a sua utilização.

Aliás, no total de 16 meios, nove já operam, estando os outros sete à espera da aprovação, a denominada verificação das conformidades documentais, por parte da Autoridade Nacional da Aviação Civil.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Público .

Anterior Alterações climáticas: áreas inóspitas da Sibéria podem tornar-se habitáveis este século
Próximo Centros de Competência marcam presença na Feira Nacional de Agricultura 2019

Artigos relacionados

Nacional

Investigador da UTAD lança o alerta para nova ameaça ao castanheiro

A doença, conhecida popularmente por “podridão da castanha” é provocada por um fungo com o nome científico de “Gnomoniopsis castanea” e foi detetada há […]

Nacional

Paisagem da vinha do Pico em destaque na Feira Nacional de Agricultura

Uma representação das tradicionais curraletas de vinha da Ilha do Pico vão estar em destaque na entrada do recinto da 56.ª […]

Últimas

Vila Pouca de Aguiar: Investimento de 1 milhão de Euros em projeto de agricultura ‘em modo de espera’


Rui Barrela é um aguiarense que em parceria com mais dois jovens tem previsto investir cerca de 1 Milhão de Euros numa produção de morangos no vale de Aguiar. […]