Três helicópteros Kamov parados autorizados a voar. Espanha envia aeronaves

Três helicópteros Kamov parados autorizados a voar. Espanha envia aeronaves

Três helicópteros Kamov adquiridos pelo Governo para o combate aos incêndios vão receber autorização da Autoridade Nacional de Aviação Civil para voltarem a operar, confirmou, ao PÚBLICO, Sílvia Santos, porta-voz da ANAC.

Os helicópteros estavam parados em Macedo de Cavaleiros, onde foram alvo de verificações, adiantou a mesma fonte. Apesar de ainda não ter sido dada “luz verde” aos helicópteros, a porta-voz avança que, ao que tudo indica, “será esta segunda-feira” que estes poderão integrar o dispositivo de combate aos incêndios. 

Também esta tarde, o Ministério da Administração Interna anunciou que dois aviões anfíbios pesados de Espanha deverão começar a operar de imediato no incêndio de Vila de Rei. O auxílio foi disponibilizado depois de um pedido de Portugal no quadro do protocolo de cooperação técnica e assistência mútua entre os dois países em matéria de Protecção Civil.

A falta dos três Kamov trazia dificuldades ao dispositivo de combate aos incêndios para este Verão no ataque aos grandes fogos, uma vez que apenas existiam oito aviões médios e dois aviões pesados que têm características diferentes.

O deputado do PSD Duarte Marques afirmou este domingo, na SIC Notícias, que, se os Kamov estivessem a funcionar, a situação teria sido diferente no distrito de Castelo Branco, muito fustigada desde sábado pelos incêndios.

Continue a ler este artigo no Público.

Comente este artigo
Anterior Une éleveuse du Gard: «Nous piochons depuis juin dans les réserves de fourrage»
Próximo Entre pénurie de foin et menaces sur le maïs, les agriculteurs souffrent

Artigos relacionados

Nacional

Partilha de boas práticas na construção de sistemas alimentares territoriais

[Fonte: Rede Rural Nacional] A Quinta do Marquês, sede do INIAV, em Oeiras, recebeu ontem o Workshop Dinamização de Circuitos Curtos Agroalimentares e Estratégias Alimentares Locais, […]

Sugeridas

Carta aberta a Marcelo e Costa contesta mudança da tutela de animais de companhia

Mais de 40 entidades assinam uma carta aberta ao Presidente da República e ao primeiro-ministro, alertando para as “graves consequências” da transferência da tutela dos animais de companhia e errantes do Ministério da Agricultura para […]

Comunicados

A OIE publicou o 4º Relatório anual da OIE sobre o uso de agentes antimicrobianos destinados a animais

Este relatório anual contempla quatro anos de recolha de dados e resulta da estreita colaboração entre a OIE e os países membros. Os esforços do setor […]