Transitex abre escritório no Reino Unido

Transitex abre escritório no Reino Unido

A Transitex abriu em Julho um escritório em Manchester, o seu primeiro escritório no Reino Unido. Um comunicado deste operador logístico indica que o escritório conta com uma equipa local, a qual está «pronta para dar resposta às necessidades dos clientes da empresa que exportam para o país».

Segundo a empresa, a sua entrada neste país «prende-se em grande parte aos desafios que surgirão para os exportadores que já trabalhavam com o Reino Unido após a conclusão do Brexit». Acresce a isto «que a nova localização criará também oportunidades para aproximação aos exportadores locais, sendo vantajosa a rede de escritórios que a Transitex tem dentro e fora do continente europeu, com especial destaque para a China, um dos principais parceiros de negócios do Reino Unido», sublinha o comunicado.

A Transitex informa que os responsáveis por esta nova localização são Adam Kirk, branch manager, e Samuel Nascimento, regional manager Transitex na Europa. É ainda referido que o Reino Unido constitui «a quinta maior economia mundial (por PIB [Produto Interno Bruto])» e que esta é «a quarta localização Transitex entre as dez maiores economias».

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Anterior Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 12 a 18 Agosto 2019
Próximo Madeira disponibiliza meios para ajudar combate ao incêndio nas Canárias

Artigos relacionados

Nacional

Portugal “não terá menos recursos” europeus a preços correntes, diz Augusto Santos Silva

Ministro dos Negócios Estrangeiros garante que pode “dar por adquirido” que, no próximo Quadro Financeiro Plurianual (2021-2027) […]

Nacional

Projeto na Sertã quer valorizar madeira de acácia para ser mais fácil combater a espécie

A acácia, espécie classificada como invasora, tem vindo a crescer no país. Para combater a invasão, na Sertã, pensa-se em formas de aplicação da […]

Eventos

Prejuízos com incêndios – Concentração – 14 de Março 2018 – Coimbra

Os Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios entre Julho e Outubro de 2017 consideram insuficientes  as medidas  efetuadas pelo Governo, […]