Transgenes | Inserção direcionada é preferível a inserção aleatória

Transgenes | Inserção direcionada é preferível a inserção aleatória

Investigadores da Universidade de Davis, na Califórnia (EUA) dizem que a inserção direcionada de transgenes em locais  predeterminados em plantas é uma alternativa desejável às inserções em locais aleatórios alcançadas por métodos convencionais.

Num artigo publicado a 4 de março de 2010 na Nature Comunications, a equipa de investigadores liderada por Oliver Xiaoou Dong, da Universidade californiana de Davis, afirma que a maioria dos casos existentes de inserção de genes direcionados em plantas contou com a presença de um gene marcador selecionável no cassete de inserção ou ocorreu em baixa frequência com fragmentos de DNA relativamente pequenos (<1,8 kb).

Os cientistas usaram a ferramenta de edição do genoma CRISPR-Cas9 para obter a inserção direcionada de um cassete de biossíntese de carotenóide de 5,2 kb em dois lucais genómicos no arroz e obtiveram plantas de arroz sem marcadores, com alto teor de carotenóides nas sementes e nenhuma penalidade detetável na morfologia ou no rendimento. O sequenciamento de todo o genoma revela a ausência de mutações fora do alvo por Cas9 nas plantas manipuladas.

Estes resultados demonstram a inserção direcionada de genes de DNA livre de marcadores no arroz, usando a edição do genoma CRISPR-Cas9, e oferecem uma estratégia promissora para o melhoramento genético do arroz e de outras culturas.

Leia o artigo completo na Nature Communications.

Siga o CiB no Twitter, no Instagram, no Facebook e no LinkedIn. No CiB, comunicamos biotecnologia.

O artigo foi publicado originalmente em CiB - Centro de Informação de Biotecnologia.

Comente este artigo
Anterior Kiwis y tomates resistentes al cambio climático, el nuevo foco de los ingenieros U. de Chile
Próximo Newsletter LEADER 2020 | Nº 62

Artigos relacionados

Notícias florestas

Incêndios: Parlamento aprova Sistema de Gestão de Fogos Rurais, mas com críticas da oposição

A proposta de lei que autoriza o Governo a estabelecer o Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais (SGIFR) foi hoje aprovada no parlamento, depois de ter sido criticada pelos partidos […]

Comunicados

Grupos Lusiaves e Crédito agrícola criam programa de apoio a produtores de milho

O Grupo Lusiaves e o Grupo Crédito Agrícola formalizaram, hoje, dia 9 de agosto, um acordo de parceria destinado a apoiar os produtores de milho nacionais. […]

Últimas

Opinião: Floresta e Energia (I). Deve a floresta nacional ser vista como bem comum?


Gil Patrão

Sendo os bens comuns detidos por todos e geridos de forma coletiva, a resposta à questão em título é […]