Trabalhos rurais proibidos até à meia-noite de terça-feira. “Grande parte dos incêndios é evitável”, diz Governo

Trabalhos rurais proibidos até à meia-noite de terça-feira. “Grande parte dos incêndios é evitável”, diz Governo

O Governo decretou a proibição de todos os trabalhos rurais até às 24 horas de terça-feira e que os incêndios registados nos últimos dias se devem a atividades evitáveis.

O ministro da Administração Interna disse hoje que vão ser proibidos todos os trabalhos rurais até às 24 horas de terça-feira e que os incêndios registados nos últimos dias se devem a atividades evitáveis.

“Temos verificado mais uma vez nos últimos dias que grande parte dos incêndios são evitáveis. Nesta semana, o incêndio de Vale de Cambra começou com um churrasco, incêndio de Vila Flor no sábado começou com trabalhos agrícolas, outros incêndios também fruto de atividades absolutamente evitáveis”, afirmou o ministro Eduardo Cabrita na sede da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (AENPC), em Carnaxide, Oeiras.

Nesse sentido, foi determinado que serão “proibidos todos os trabalhos em espaço rural, exceto os de combate a incêndios florestais e a garantia da alimentação dos animais pelo menos até às 24:00 da próxima terça-feira”.

O artigo foi publicado originalmente em Jornal de Negócios.

Comente este artigo
Anterior O Rei Vitis Vai Nu - Francisco Toscano Rico
Próximo Prémios Vintage IVDP 2020: candidaturas abertas até 30 de Setembro

Artigos relacionados

Nacional

Seguros paramétricos chegam tarde na resposta ao Covid-19

Os paramétricos dariam resposta imediata à falta de liquidez das empresas mas, tal como a vacina neutralizadora do coronavírus, é assunto complexo […]

Últimas

Incêndios 2017. “A solidariedade não chegou ao destino”, alerta bispo da Guarda

D. Manuel Felício admite que depois dos incêndios de 2017 houve alguns apoios, mas não houve a resposta que devia haver. […]

Últimas

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária solicita reforço da prevenção após agravamento da peste suína

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) pede mais prevenção e alerta para o agravamento da peste suína africana, após a confirmação do […]