The Navigator Company cria modelo de gestão de combustíveis baseado na silvo pastorícia para evitar incêndios

The Navigator Company cria modelo de gestão de combustíveis baseado na silvo pastorícia para evitar incêndios

A The Navigator Company, em parceria com o Prof Mário de Carvalho do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM) da Universidade
de Évora, implementou um modelo de gestão de combustíveis baseado na atividade da Silvo pastorícia, na propriedade de Vila de Rei, localizada na freguesia de Ulme – Chamusca.

O objetivo deste modelo de gestão é controlar a vegetação espontânea com recurso ao pastoreio nas faixas de gestão de combustível, promover a produção
pecuária sustentável e rentabilizar a área em estudo (aceiros com matagais), reduzindo assim a perigosidade desta área numa situação de incêndio.

O modelo, em curso desde setembro de 2017 num campo experimental de 7,5 hectares, tem demonstrado elevada eficácia ao nível do controlo dos matos,
sendo um método cuja durabilidade de manutenção nos terrenos se tem revelado superior aquela que é realizada com meios mecânicos, além da sustentabilidade económica e das vantagens que todo o processo representa para a sustentabilidade do ecossistema.

Porém é essencial assegurar um modelo económico de controlo de matos  que dê sustentabilidade a essa actividade.  A The Navigator Company desenvolveu,
com o apoio do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM) da Universidade de Évora, este modelo de gestão de combustíveis que visa a melhoria e aproveitamento do terreno para pastagem, com recurso ao gado bovino, tendo sido estabelecida
para o efeito uma parceria com um produtor agro-pecuário da região, que veio a beneficiar da produção de pastagem.

De acordo com José Luís Carvalho, Coordenador de Inovação e Desenvolvimento Florestal na The Navigator Company,
“foi desenvolvido um modelo para pastagem recorrendo-se, neste caso, a animais bovinos, que transforma um custo e um problema numa oportunidade com sustentabilidade económica e benefícios para o ecossistema”.

O modelo implementado, com recurso à Silvo pastorícia, garante elevada proteção do solo à erosão, a obtenção de níveis elevados de sequestro de carbono
no solo e, ainda, a manutenção da biodiversidade das plantas que o constituem. Do ponto de vista económico, as sinergias conseguidas com as duas atividades (silvícola e pastoril), permitem a redução dos custos de produção, diversificação e aumento de rendimento
e a redução da perigosidade de incêndios, o que facilita o desenvolvimento de um modelo de exploração que contribuirá para a sustentação do território.

O balanço da implementação deste modelo de gestão de combustíveis, levado a cabo pela The Navigator Company, será dado a conhecer no próximo dia
19 de junho, a partir das 9H30m, numa apresentação que será feita no campo experimental da propriedade de Vila de Rei, um Ulme – Chamusca.

Sobre a The Navigator Company

A The Navigator Company é um produtor integrado de floresta, pasta e papel, tissue e energia, cuja atividade está alicerçada em fábricas modernas
de grande escala, com tecnologia de ponta e que constituem uma referência de qualidade no setor. O modelo de negócio da Empresa desenvolve-se com base numa matéria-prima de excelência − o
Eucalyptus globulus − cujas características intrínsecas permitiram desenvolver uma estratégia de diferenciação, baseada em produtos de elevada qualidade, que são hoje uma referência internacional neste setor.

A Empresa é a terceira maior exportadora portuguesa, representa aproximadamente 1% do PIB nacional e 2,4% das exportações nacionais de bens, sendo
a que gera o maior Valor Acrescentado Nacional. Em 2018, a The Navigator Company teve um volume de negócios, de cerca de € 1,6 mil milhões, cerca de 91% dos produtos do Grupo são vendidos para fora de Portugal, e têm por destino aproximadamente 130 países.

Consolidada a sua posição de líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos (UWF) e sexto a nível mundial, a Companhia
é também o maior produtor europeu, o quinto a nível mundial, de pasta branqueada de eucalipto BEKP – Bleached Eucalyptus Kraft Pulp. A empresa entrou no negócio do
tissue e tem atualmente uma capacidade de produção de 65 mil toneladas de produto acabado por ano na fábrica de Vila Velha de Ródão e 55 mil toneladas na nova fábrica de Aveiro.

A The Navigator Company tem seguido com êxito uma estratégia de inovação e desenvolvimento de marcas próprias e de produtos
premium, que se traduz numa quota de mercado na Europa Ocidental de 19% no UWF, de cerca de 54% no segmento
premium e com um peso de 69% das marcas próprias nas suas vendas.

A Empresa tem mais de 110 000 hectares de floresta sob gestão e o maior viveiro certificado de plantas na Europa, com capacidade de produzir
12 milhões de plantas por ano. Com uma atividade florestal verticalmente integrada, o Grupo dispõe de um Instituto de Investigação Florestal próprio, referência mundial no melhoramento genético do
Eucalyptus globulus. Gere em Portugal uma vasta área florestal, 100% certificada pelos sistemas internacionais FSC® (FSC C010852) e PEFC™ (PEFC/13-23-001). Dispõem de uma capacidade
instalada de 1,6 milhões de toneladas de papel, de 1,6 milhões de toneladas de pasta (80% integradas em papel), 120 mil toneladas de tissue produto acabado, produzindo cerca de 2,5 Twh de eletricidade anualmente, sendo responsável por cerca de 4% da produção
de energia de Portugal e de 52% da energia produzida a partir de biomassa.

No início de 2019, a The Navigator Company recebeu a classificação pelo Carbon Disclosure Project (CDP) de líder global no combate às alterações climáticas, alcançando um lugar de destaque na lista
“A” desta organização. A Companhia foi reconhecida pela sua atuação, em 2018, na redução de emissões, diminuição dos riscos climáticos e desenvolvimento de uma economia de baixo impacto de carbono, sendo a única empresa portuguesa a obter a classificação máxima,
integrando o lote das únicas cinco empresas a nível mundial do sector de pasta, papel e floresta que receberam esta distinção.

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Comente este artigo
Anterior Agricultura e pecuária debatidas em Alcácer do Sal
Próximo FENAREG apresentou estratégia de longo prazo para o regadio em Portugal ao Ministro da Agricultura na FNA

Artigos relacionados

Últimas

Covilhã com projeto para alargar Regadio da Cova da Beira

Alargar o Regadio da Cova da Beira às freguesias do lado direito do Zêzere, desde o concelho de Belmonte até ao do Fundão. A ideia foi apresentada, na […]

Nacional

Projeto na Sertã quer valorizar madeira de acácia para ser mais fácil combater a espécie

A acácia, espécie classificada como invasora, tem vindo a crescer no país. Para combater a invasão, na Sertã, pensa-se em formas de aplicação da […]

Nacional

Empilhadores Linde Roadster com propulsão a pilha de combustível

Home Agro-Negócio Empilhadores Linde Roadster com propulsão a pilha de combustível

Agro-Negócio

A Linde Material Handling disponibiliza no mercado mundial as primeiras versões Roadster alimentadas por pilha de combustível dos empilhadores contrapesados Linde: E20 a E35. […]