Terra Nostra. “Vamos trabalhar para democratizar o biológico em Portugal”

Terra Nostra. “Vamos trabalhar para democratizar o biológico em Portugal”

É um trabalho de fundo e de formiguinha. No início de 2019 começaram a preparar os solos de pastagem e conversão dos produtores de leite açorianos para o método biológico. Este ano, e cerca de 800 mil euros depois a Bel lançou o leite de pastagem biológico Terra Nostra.

O lançamento surge num momento em que a pandemia colocou ainda mais na ordem do dia as preocupações com a saúde dos consumidores. Eduardo Vasconcelos, diretor de compras da Bel Portugal, acredita que vai dar o impulso necessário para o crescimento do segmento biológico no mercado nacional.

A empresa fechou o ano passado com 103 milhões de euros de faturação, uma subida de 2% face ao ano anterior.

A pandemia aumentaram vendas dos produtos bio nos super. Acabam de lançar o Terra Nostra de pastagem biológico. Quais as expectativas de venda?

É um lançamento que faz todo o sentido na Terra Nostra, dando continuidade ao caminho de sustentabilidade a ser trilhado há vários anos na marca. Apesar do mercado de produtos Biológicos em Portugal ser ainda um nicho representa uma visão de futuro, promovendo uma agricultura regenerativa que salvaguarda os recursos naturais da Terra. Em termos de consumidor, é verdade que existe uma procura crescente por produtos mais naturais e sustentáveis, e nesse sentido o Terra Nostra Biológico apresenta-se como uma solução relevante para ambas as tendências. O segmento de Leite Biológico tem um peso relativamente pequeno (peso inferior a 1%), mas tem apresentado crescimentos dinâmicos de duplo dígito. A entrada de Terra Nostra vai ser determinante para o desenvolvimento e crescimento deste segmento em Portugal, o qual estimamos que poderá duplicar no curto prazo. Já em queijo, Terra Nostra é o pioneiro no lançamento de fatias biológicas. Vamos trabalhar para democratizar o Biológico em Portugal. O biológico será o standard do amanhã, pelo método que incorpora de produção sustentável e responsável.

Saúde é um tema eleito pelos consumidores nacionais – e não só – para 2021. Está previsto algum aumento da linha Bio na vossa oferta? O que poderá vir a representar nos vossos resultados este tipo de produto?

É verdade, se a saúde é um tema eleito pelos consumidores, sabemos que os métodos de produção têm ganho protagonismo e o Biológico de Terra Nostra é o expoente máximo de naturalidade e sustentabilidade, já que promove a pastagem 365 dias, e resulta de um processo de dois anos de conversão dos solos e preparação de Produtores Certificados, sem pesticidas ou fertilizantes sintéticos. E não queremos parar por aqui. Temos a ambição de ser uma referência em sustentabilidade e continuaremos a trabalhar para poder entregar o melhor ao consumidor. Ainda é prematuro falar em termos representativos, mas estamos conscientes de que tem sido um produto procurado e, por isso, esperamos conquistar o nosso posicionamento também nesse segmento.

O biológico será o standard do amanhã

Que investimento ao nível da produção e da fábrica esta aposta implicou?

Estamos a falar de um método de produção que respeita o ciclo natural das plantas e dos solos e protege a biodiversidade, contribuindo para a preservação do ecossistema e a sustentabilidade da ilha.

Continue a ler este artigo no Dinheiro Vivo.

Comente este artigo
Anterior ES Oeste: Os novos filhos da fruta do Oeste
Próximo Cotações - Aves e Ovos - 24 a 30 de maio 2021

Artigos relacionados

Últimas

Incêndio em Valpaços leva a evacuação de uma aldeia e destrói pelo menos três casas

A localidade de Valongo, concelho de Valpaços, no distrito de Vila Real, foi já evacuada e pelo menos três casas arderam, […]

Nacional

Dias de campo sobre agricultura de precisão no Ribatejo e Alentejo

Está de volta o evento PRECISAMENTE. Nos dias 12 de Setembro, no Porto Alto, e 19 de Setembro, em Beja, a TERRAPRO vai demonstrar que a Agricultura de Precisão é acessível e fácil de aplicar em qualquer exploração agrícola e permite ser mais eficiente com menos recursos. […]

Sugeridas

Proprietários de Alqueva preocupados com captação para reforçar água no Algarve

Os proprietários do Alqueva manifestam-se preocupados com a construção de uma captação no rio Guadiana, próximo de Pomarão, Mértola, que tem em vista reforçar as disponibilidades […]