Temporal a caminho

Temporal a caminho

Mudança drástica das condições meteorológicas.
Chuva em força, com valores na 2ª quinzena que deverão compensar a falta de chuva na 1ª.
Mantemos a previsão de um Janeiro chuvoso, ou seja, com totais de precipitação bem acima do normal para o mês.
Risco de cheias e inundações, situações de vento intenso, e agitação marítima violenta.

” Potencial para tempo localmente severo nos dias 18-28 de JANEIRO. “

— Tempestades Atlânticas às latitudes subtropicais.

Ao longo dos próximos dias teremos condições marcadas por muito frio, e predomínio do Anticiclone.

A partir de dias 18-19 teremos um novo evento de bloqueio sobre a Gronelândia, com consequente excitação da corrente de jato subtropical.

Esperamos assim condições similares às que causaram a tempestade FILOMENA.

Entre dia 19 e 28 teremos um período de maior probabilidade de formação de temporais no Atlântico, que deverão evoluir para leste  sobre a Europa às latitudes 35-45ºN, um pouco a norte do cenário que deu origem à FILOMENA.

Ainda há espaço para mudanças nos detalhes do prognóstico , que continuaremos a acompanhar com atenção.

Esperamos:

– Chuva localmente forte e persistente, com possibilidade de trovoadas e risco de cheias.

– Queda de neve significativa nas montanhas do interior, não descartamos cotas relativamente baixas, abaixo dos 800m.

– Vento localmente forte com rajadas que poderão atingir os 100km/h em locais mais expostos.

– Agravamento do estado do mar em toda a área marítima nacional, incluindo na costa sul do Algarve.

” Novo período de agravamento em todo o território nacional.”

Transporte de massas de ar húmidas e instáveis desde os trópicos.

—Esteja preparado para condições de mau tempo.

Esperamos que as condições de circulação da atmosfera se mantenham favoráveis à persistência de centros de baixa pressão junto ao território nacional ao longo do período referido.

Há  sempre alguma incerteza no prognóstico destas situações de tempo mais revolto, estes fenómenos são de carácter volátil e muitas vezes ocorrem em espaços de tempo e em áreas muito reduzidas, no entanto vale a pena estar preparado.
Deixamos aqui os conselhos mais básicos.

Se avistar um fenómeno de tempo severo, abrigue-se  preferencialmente numa divisão interior. Esteja preparado para cortes de luz. Não coloque o carro próximo a árvores, andaimes ou estruturas que possam cair. Mantenha em segurança os animais de estimação.
Siga as recomendações da ANPC.

Baixas pressões deverão consolidar-se sobre o Atlântico subtropical e a Europa.

O artigo foi publicado originalmente em BestWeather.

Comente este artigo
Anterior Lançamento da Revista do Centro de Competências para a Dieta Mediterrânica “Paisagens Alimentares”
Próximo Antigas instalações do IVV em Santarém podem dar lugar a hotel e habitação

Artigos relacionados

Internacional

How Stone Age humans unlocked the glucose in plants

Plants rich in starch helped early humans to thrive even at the height of the last Ice Age, researchers say.
While the evidence around meat eating is clear, […]

Nacional

Expojardim de 2020 tem inscrições para expositores com desconto de 15% até Julho

A Expojardim ganha força e com um novo formato ruma ao Porto. De 6 a 9 de Fevereiro de 2020 irá […]

Nacional

Vencedores do ‘Concurso de Vinhos Grandes Escolhas 2017’ já são conhecidos

No âmbito do evento ‘Grandes Escolhas – Vinhos & Sabores’
‘Murganheira Blanc de Noirs Távora-Varosa Touriga Nacional branco 2009’, nos espumantes; […]