Tâmega e Sousa limpou cerca 250 hectares de floresta em 2020

Tâmega e Sousa limpou cerca 250 hectares de floresta em 2020

As duas brigadas de sapadores florestais da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa limparam cerca de 250 hectares de mancha florestal, em 2020, nos 11 municípios do território, informou hoje aquela entidade.

As ações tiveram como objetivo a diminuição do risco de incêndio na região e os trabalhos foram desenvolvidos em articulação com os gabinetes técnicos florestais dos e com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

As ações decorreram, principalmente, nas áreas com maior vulnerabilidade aos incêndios, por corresponderem a manchas florestais ou pela sua proximidade a estas, segundo a CIM.

Das ações de silvicultura preventiva, a mesma fonte destaca a intervenção com fogo controlado em cerca de 65 hectares da serra de Matos, em Baião (Porto), dando cumprimento ao Plano Nacional de Fogo Controlado definido para essa rede primária.

Esta ação foi executada pela primeira Brigada de Sapadores Florestais, que participou, também, no projeto-piloto Mecanismo de Apoio à Realização de Queimadas (MARQ), em parceria com a Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais, o ICNF e o município de Cinfães (Viseu).

De acordo com a CIM, o projeto procura “sensibilizar e apoiar os pastores na realização de queimadas em áreas de silvo pastorícia e contribuir para a redução da área ardida de forma desregulada durante o verão”.

A ação decorreu na serra de Montemuro, em Cinfães, onde foram queimados, de forma controlada, cerca de 20 hectares de área de pastoreio.

A primeira Brigada de Sapadores Florestais participou, ainda, em 20 ações de combate aos incêndios e de rescaldo, nomeadamente nos concelhos de Baião, Cinfães, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira e Penafiel.

Comente este artigo
Anterior Floresta: Em Sabrosa a luta é em várias frentes e envolve bombeiros, sapadores e GNR
Próximo EDIA procura empresa para monitorização dos Recursos Hídricos Superficiais da Rede Secundária de Rega

Artigos relacionados

Últimas

Predominio de las repeticiones en los precios de los corderos

Los precios de los corderos se mantienen estables, aunque se sigue echando de menos la ausencia del siempre importante en estas fechas consumo de la restauración. […]

Dossiers

Portugal cumpre regra da guilhotina. Este ano não devolve dinheiro nenhum a Bruxelas

Em nenhum programa operacional Portugal está em risco de ter de devolver verbas a Bruxelas por falta de execução. Todos os programas ultrapassam em mais de 100% a meta definida para 2019. […]

Comunicados

11.ª Edição do ICOP contou com Organizações de Produtores de 17 países

Na passada semana, entre o dia 23 e 25 de Novembro, realizou-se pela primeira vez em Portugal o congresso internacional das organizações de produtores, […]