Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo

Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo

As sementeiras de milho iniciaram-se em meados de Abril e estão praticamente concluídas, revela hoje, 19 de Julho, o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019, do  Instituto Nacional de Estatística (INE).

A superfície desta cultura deverá diminuir 5% face à instalada em 2018, mantendo a tendência de diminuição dos últimos cinco anos (período que registou uma variação anual média de -5,7%).

Acrescentam os técnicos do INE que, exceptuando algumas zonas do Baixo Vouga, onde houve a necessidade de ressemear devido a ataques de alfinete, a germinação e o desenvolvimento inicial decorreram sem problemas.

No entanto, as baixas temperaturas de Junho atrasaram o desenvolvimento vegetativo das searas, que actualmente apresentam pouco vigor, situação perfeitamente reversível com o expectável aumento das temperaturas e insolação nos próximos meses.

Reduções generalizadas na produtividade dos cereais de Inverno

Quanto às culturas cerealíferas de Outono-Inverno encontram-se em plena maturação, tendo-se já iniciado a colheita.

As searas de sequeiro encontram-se rasteiras devido às elevadas temperaturas e escassa precipitação do mês de Março, que interromperam os processos de desenvolvimento vegetativo e induziram um espigamento precoce, com reflexos nas produtividades potenciais.

Prevêem-se reduções generalizadas nos rendimentos unitários destas culturas (excepto no centeio que, sendo produzido maioritariamente no interior Norte e Centro, não foi sujeito a condições meteorológicas tão adversas).

Estimam-se diminuições de 10% no trigo e cevada e de 15% no triticale e aveia.

De referir que, face à menor produção forrageira, algumas áreas de aveia inicialmente destinadas à produção de grão foram desviadas para feno ou fenossilagem.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar .

Anterior II Dia de campo do grupo operacional Qualitomate - 23 de Julho - Santarém
Próximo Partilha de fotografias sobre o rural em nova campanha da ENRD

Artigos relacionados

Comunicados

Aplicação da disciplina Financeira – Campanha 2016

[Fonte: IFAP]
De acordo com o princípio da Disciplina Financeira, referido no artigo 26º do Regulamento (UE) n.º 1306/2013,  […]

Últimas

Maçussa, a aldeia ribatejana que une Portugal e Nepal com os seus cereais salvos da extinção

[Fonte: Sapo.pt] Chegados à aldeia de Maçussa, na Azambuja, temos encontro marcado com dois empreendedores: o português, sociólogo e também produtor agrícola, […]

Nacional

Ambiente e agricultura são áreas de “futuro e necessárias”, mas há cada vez menos alunos

São cada vez menos os alunos interessados em áreas como o paisagismo ou o território Andre Rodrigues

Em 2004, […]