Soja de Portugal: Savinor volta a atribuir bolsas de estudo a estudantes da Trofa

A Savinor, empresa do grupo Soja de Portugal, atribuiu duas bolsas de estudo a estudantes universitários, com o “intuito de continuar a apoiar a educação no País”. A cerimónia, que decorreu no dia 1 de Julho, no Fórum XXI, na Trofa, contou com a presença de António Isidoro, CEO da Soja de Portugal, e de Sérgio Humberto, presidente da Câmara da Trofa.

O acesso à educação tem um papel cada vez mais importante num quadro de igualdade de oportunidades para os jovens. Desta forma e centrando-se na sua política de responsabilidade social, a Savinor atribuiu duas bolsas de estudo a estudantes da zona da Trofa que pretendem continuar a sua formação superior.

Responsabilidade social

“Estes mecanismos de apoio financeiro são fulcrais para a orientação do estudante, quer em termos de valorização pessoal, quer em termos académicos e profissionais. Como tal, a Soja de Portugal não poderia deixar de prestar apoio aos jovens que têm vontade de continuar a sua formação. Esta é mais uma acção de responsabilidade social que o grupo tem levado a cabo nos últimos anos e do qual muito se orgulha”, refere António Isidoro.

O Grupo Soja de Portugal tem estabelecido relações com diversas instituições de ensino, com o intuito de apoiar e impulsionar a educação em Portugal.

Os financiamentos de bolsas de estudo funcionam como um estímulo à investigação para alunos do ensino superior e pretende ter impacto social positivo na comunidade.

Soja de Portugal

A Soja de Portugal é um grupo empresarial de referência e excelência no sector da indústria agro-alimentar, que opera nas áreas de nutrição animal, carne de aves, recolha, tratamento e valorização de sub-produtos de origem animal.

Nascida em 1943, hoje engloba algumas das mais relevantes empresas do sector agro-industrial português, tais como a Sorgal, a Avicasal e a Savinor.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Centros de Competência marcam presença na FNA 2019
Próximo Veracruz investe 50 M€ em amendoal na Beira Baixa. Objectivo: 5 mil hectares

Artigos relacionados

Nacional

Pedrógão Grande: Comissão do Revita prossegue análise do despacho do Ministério Público

O coordenador da Comissão Técnica (CT), o engenheiro Mendes Lopes, chefe de divisão da Câmara de Figueiró dos Vinhos, optou por não fazer declarações à […]

Últimas

PortugalFoods lança radar de mercados internacionais

“Radar de mercados internacionais” é uma iniciativa da PortugalFoods, associação que representa o sector agroalimentar no País, direccionada para «as necessidades actuais das empresas do sector agroalimentar português na obtenção de informação relevante sobre mercados internacionais». […]

Últimas