SmartAgriFor Norte 2020 promove workshop na UTAD – 30 de Outubro 2017 – Trás-os-Montes

SmartAgriFor Norte 2020 promove workshop na UTAD – 30 de Outubro 2017 – Trás-os-Montes

Dar a conhecer as prioridades nacionais sobre a agenda de investigação na área da Economia Circular e contribuir para uma resposta articulada entre o Sistema Científico e Tecnológico Nacional e o sector agroalimentar são os objetivos do Workshop Internacional de Economia Circular. Promovida pelo projeto SmartAgriFor Norte 2020, esta iniciativa juntará especialistas de Portugal, Espanha e Holanda na manhã de 30 de outubro, no auditório do Geociências, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

“Queremos sensibilizar os agentes económicos para a importância desta temática no que diz respeito à sustentabilidade dos recursos naturais e otimização da sua utilização, em particular nas fileiras da Vinha e do Vinho, Azeite e Olival, Frutas e Legumes e Florestas, as quatro cadeias de valor abordadas neste projeto”, explica Eduardo Rosa, coordenador do SmartAgriFor Norte 2020.

O Workshop Internacional de Economia Circular contará com a participação de professores provenientes de três países, convidados para enriquecer o debate e partilhar algumas das suas experiências. Explicar a agenda da investigação portuguesa na Economia Circular é o objeto da intervenção da Professora Manuela Pintado, da Universidade Católica Portuguesa, assunto com o qual abre o workshop, pelas 9h30, no auditório do Geociências. Vindos da Universidade Politécnica de Valência (Espanha), os Professores Maria Loreto Fenollosa e Javier Ribal irão apresentar exemplos inovadores sobre a aplicação do conceito de Economia Circular. Por sua vez, Vítor Martins dos Santos, docente na Universidade de Wageningen (Holanda), vai ocupar-se dos novos sistemas biológicos no desenvolvimento de novos processos, matéria que encerrará o debate.

Este workshop está vocacionado para a participação da comunidade académica e dos stakeholders de cada uma das fileiras do SmartAgriFor Norte 2020. “Após a sessão, os participantes vão conhecer alguns exemplos de aplicação do conceito de Economia Circular e vão ficar mais sensibilizados para esta temática. Queremos, também, que seja aplicado este conceito nas cadeias de valor, por forma a ganhar mais eficiência e maior competitividade”, conclui o coordenador da iniciativa.

Segundo o portal ECO.NOMIA, gerido pelo Ministério do Ambiente, a Economia Circular “consiste num modelo económico regenerativo e restaurador em que os recursos (materiais, componentes, produtos, serviços) são geridos de modo a preservar o seu valor e utilidade pelo maior período de tempo possível. Desta forma, aumenta-se a produtividade dos recursos, preserva-se o capital natural, bem como o capital financeiro das empresas e sociedade civil”.

Levado a cabo pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto-Douro (UTAD), Universidade do Porto (UP), Universidade do Minho (UM) e Universidade Católica Portuguesa (UCP), o projeto SmartAgriFor Norte 2020 é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e pelo Programa Operacional Regional Norte 2020.

Comente este artigo
Anterior Los agricultores temen que los estragos de la sequía se extiendan a 2018
Próximo IV Encontro MilkPoint Pequenos Ruminantes - 27 de Outubro 2017 - Elvas

Artigos relacionados

Últimas

Isolados, esquecidos e desanimados. “Se o lume voltar, o Estado pode vir tomar conta disto”

[Fonte: Rádio Renascença]

Dois anos depois dos incêndios
Isolados, esquecidos e desanimados. “Se o lume voltar, o Estado pode vir tomar conta disto”
17 jun, 2019 – 07:01 • Joana Gonçalves
A aldeia de Marinha do Vale Carvalho, […]

Últimas

Ambientalistas criticam Governo por aprovar novas centrais de biomassa

A organização ambientalista Quercus e a Associação de Promoção ao Investimento Florestal – Acréscimo acusam o Governo “de estar a contribuir para o agravamento da desflorestação em Portugal” ao aprovar o licenciamento de quatro centrais a biomassa florestal “residual”, depois de ter decidido a instalação de outras tantas unidades fabris em 2016, […]

Últimas

Brasil aprova uso de soja transgénica tolerante à seca e ao glifosato

[Fonte: Agricultura e Mar]
A TMG, Tropical Melhoramento & Genética e a Verdeca, uma joint-venture entre a Arcadia Biosciences e a Bioceres Crop Solutions, anunciaram ontem, 24 de Maio, que completaram com êxito o processo regulatório e receberam a aprovação comercial no Brasil da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) para a solução transgénica de soja HB4, […]