Seminário sobre a Valorização do Fumeiro em Montalegre a 30 de Maio

Seminário sobre a Valorização do Fumeiro em Montalegre a 30 de Maio

SONY DSC

O pavilhão Multiusos de Montalegre acolhe na próxima quinta-feira, dia 30, a partir das 10h, o seminário “Valorização do Fumeiro de Montalegre”, no âmbito do projecto Cooperar para competir e desenvolver. A sessão é gratuita e destina-se a agentes da fileira do fumeiro de Montalegre.

O projeto Fumeiro de Montalegre – Cooperar para competir e desenvolver, promovido pela Associação dos Produtores de Fumeiro da Terra Fria Barrosã, decorre de uma candidatura aprovada ao Sistema de Incentivos às Ações Coletivas, do Norte 2020 e estará em curso até julho deste ano no município de Montalegre.

A iniciativa pretende capacitar e dinamizar a fileira do fumeiro de Montalegre, com vista a criar um ambiente profícuo de coopetição (cooperação/competição) entre os diferentes agentes, contribuindo para a promoção da competitividade e sustentabilidade da fileira e do território.

Neste seminário o painel de oradores será constituído pelo Eng. João Santos Silva, da direção geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, que irá apresentar as “Especificidades da produção de Fumeiro em Montalegre”. Seguir-se-à Armand Touzanne, que irá apresentar a Associação Porco Preto Bigorre Louey, em específico a comunicação e comercialização do Presunto. A apresentação da “Casa do Presunto de Montalegre” ficará a cargo de David Teixeira, vice-presidente da Câmara de Montalegre, e José Luís Nogueira, presidente do conselho de administração do Matadouro Regional do Barroso e Alto Tâmega. Para fechar o painel, o seminário contará com a presença do professor Luís Tibério, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) que fará a apresentação do Plano Estratégico do Fumeiro de Montalegre.

Como moderador da sessão estará presente o professor Alberto Moreira Baptista da UTAD, que para além da direção da sessão irá também promover um espaço reservado ao debate em “Mesa Redonda” que terá como convidados o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, um representante da CCDR-N, e o presidente da Câmara de Montalegre.

Mais informações através dos contactos: 966 960 887 | 276 510 200 | [email protected]

Fonte: Diário Actual

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Comente este artigo
Anterior Fórum Mitos na alimentação - entrevista Vitor Hugo Teixeira
Próximo 2º Colóquio sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas realiza-se a 3 de junho

Artigos relacionados

Sugeridas

Governo diz que nível das barragens no Mondego abaixo do normal “é intencional”

O Ministério do Ambiente esclareceu hoje ser “intencional” o facto de duas barragens no Mondego terem níveis de água abaixo do normal para a […]

Nacional

TAGUS tem 200 mil euros para apoiar transformação de produtos agrícolas no Ribatejo Interior

A TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo tem cerca de 200 mil euros em apoios para a transformação e comercialização de produtos agrícolas no Ribatejo Interior. […]

Nacional

Trabalhadores das cantinas suspendem protesto contra AHRESP

Os trabalhadores das cantinas, refeitórios, áreas de serviço e bares concessionados, acampados desde segunda-feira junto à Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) terminaram o protesto após receberem garantias da associação de que as negociações vão continuar. […]