Seminário “ Carnes.PT” com vista ao debate da produção de carnes portuguesas

Seminário “ Carnes.PT” com vista ao debate da produção de carnes portuguesas

No dia 13 de junho, pelas 14.30, a FENAPECUÁRIA promove a produção de carnes nacionais no Seminário “Carnes.PT”.

Esta iniciativa decorrerá no Pavilhão da CONFAGRI, no CNEMA, em Santarém, no âmbito da Feira Nacional de Agricultura – FNA, e tem por objetivo o debate dos desafios que o mercado das carnes nacionais enfrenta, a promoção da qualidade da produção e o aproveitar dos bons meios para a sua distribuição e comercialização.

Para tal, o Seminário, moderado por Francisco Silva, Secretário-Geral da CONFAGRI, contará com as intervenções de Alexandra Fernandes da DGAV- Direção Geral de Agricultura e Veterinária, que apresentará as alterações legislativas das Organizações de Gestores de Livros Genealógicos, de Olga Moreira do INIAV- Instituto Nacional de Investigação Agrária que abordará a premente questão da produção pecuária e alterações climáticas, balanço entre produtividade, segurança alimentar e ambiente, de Ana Geraldo da APEZ- Associação Portuguesa de Engenharia Zootécnica, cuja intervenção incidirá nos mitos e na realidade do papel da zootecnia na produção de carne e de Amândio Santos, da PortugalFoods e da TECMEAT para abordar as ameaças e as oportunidades para as empresas do setor agroalimentar na perspetiva da valorização da produção.

A Sessão de Abertura estará a cargo de Vítor Menino, Presidente da FPAS- Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores e diretor da FENAPECUÁRIA.

Na Sessão de Encerramento terão lugar as intervenções de Idalino Leão, Presidente da FENAPECUÁRIA, de Manuel dos Santos Gomes, Presidente da CONFAGRI e do Presidente da Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República, Joaquim Barreto.

A Bolsa do Bovino associa-se ao evento e, pelas 18h00 realizará uma sessão pública.

A entrada é livre, mediante inscrição, até ao dia 11 de junho para [email protected]

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior “Este é o ano de consagração da FICOR”, diz o presidente da Câmara de Coruche
Próximo Três ideias nacionais que estão a dar cartas na nova agricultura

Artigos relacionados

Dossiers

Cotações – Coelhos – 20 a 26 de setembro de 2021

As cotações médias no Continente de coelho, vivo (2,2 a 2,5 kg) e coelho abatido (1,1 a 1,3 kg), voltaram a manter-se estáveis, isto é, 2,00 €/kg Peso Vivo e 4,10 €/kg Peso Carcaça […]

Últimas

Falta de água no Mondego alarma agricultores

A Confederação de Agricultores de Portugal (CAP) avisou esta sexta-feira que, se não chover, vai faltar água no Mondego no verão para a agricultura, […]

Dossiers

Avisos Agrícolas 11/08/2021: Vinha, Mirtilos, Pomóideas, Nogueira, Batateira e Tomateiro

O Serviço de Avisos Agrícolas é um serviço nacional do Ministério da Agricultura que tem por finalidade emitir avisos agrícolas. […]