Segunda fase da intervenção de reabilitação e modernização do Regadio tradicional da Ribeira de São João em curso

Segunda fase da intervenção de reabilitação e modernização do Regadio tradicional da Ribeira de São João em curso

Encontra-se em curso a segunda fase da empreitada de reabilitação e modernização do regadio tradicional da Ribeira de São João, promovida pela Câmara Municipal da Lousã e pela Associação Junta de Agricultores do Regadio da Ribeira de São João.

Esta infraestrutura tradicional centenária, que tem uma extensão de 3,7 kms e serve cerca de 164 regantes, apresentava um elevado estado de degradação, nomeadamente por envelhecimento das estruturas.

A intervenção, que terá um custo de 182 416€ e foi adjudicada à empresa Augusto Amado, será financiada a 100% pelo PDR 2020, através da Medida 8.1.4. – Melhoria dos Regadios Tradicionais e contempla a reabilitação e modernização da infraestrutura, dando-lhe condições adequadas para servir os regantes e melhorando a captação, a adução – através da reabilitação integral do canal – e a distribuição com a instalação de uma “boca” de rega para cada beneficiário. 

Com este investimento, que era um objetivo e uma necessidade dos utilizadores, será também possível controlar os consumos e reduzir as percas de água num sistema que abrange cerca de 59,07 hectares de culturas.

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Comente este artigo
Anterior Los precios de los cítricos se mantienen sin cambios en la Lonja de Valencia
Próximo Brasil anuncia acordo para exportação de frutas, castanhas e ovos com a Arábia Saudita

Artigos relacionados

Nacional

Parlamento vai discutir “redução drástica” e proibição de venda do glifosato

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) apresentou esta terça-feira três iniciativas legislativas que pretendem uma “redução drástica” da exposição dos portugueses ao glifosato e que proíba a venda deste herbicida para usos não profissionais. […]

Últimas

Viseu aposta em ecopontos florestais para limpar terrenos

A autarquia de Viseu vai criar, até ao verão, uma rede de ecopontos florestais, com vista à recolha de resíduos de limpeza de matas ou jardins. […]

Últimas

DGAV recomenda a não utilização de vacinas vivas contra a Síndrome Reprodutiva e Respiratória Porcina

A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária foi informada pela Autoridade Dinamarquesa do Medicamento de um incidente que foi reportado naquele país relativo a um surto de Síndrome Reprodutiva e Respiratória Porcina (PRRS). […]